Cronograma de flexibilização do Rio de Janeiro coloca reabertura das academias na fase 3 e com restrições; entenda como será

Publicado em 02/06/2020 por: Yago Redua
Cronograma de flexibilização do Rio de Janeiro coloca reabertura das academias na fase 3 e com restrições; entenda como será Crivella anunciou o plano de flexibilização do isolamento social no Rio (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

publicidade

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou na segunda-feira (1) o programa de flexibilização das medidas de isolamento social no município que estão em vigor desde meados de março, como forma de combate ao novo coronavírus. As ações iniciaram nesta terça (2). Ao todo serão seis fases no processo de liberação das atividades econômicas, esportivas e culturais.

A cada 15 dias serão feitas avaliações nos números de casos e mortes por Covid-19 e, se estiver estável, será liberado uma nova fase. A reabertura das academias de artes marciais, ainda sem data definida, está prevista para a fase 3 – mas sem contato físico. As academias que oferecem serviço de musculação e preparação física também estão neste grupo e precisarão funcionar com agendamento e distanciamento. Atividades de Crossfit também fazem parte desta fase. A expectativa é que as escolas de luta possam funcionar de maneira mais ampla a partir da fase cinco, segundo o cronograma.

Na fase dois será permitido competições esportivas com portões fechados. Já na terceira fase, os eventos poderão ter até um terço do público. Nesta terça (2), atividades em Centro de Treinamento e ao ar livre foram liberadas, mas com restrições em relação ao número de pessoas e aglomerações.

O prefeito disse que se sente seguro quanto ao programa e que pode recuar nas liberações, se for necessário: “A Prefeitura está tranquila para adotar tais medidas pelo fato de que fizemos as medidas necessárias, aceleramos nosso processo e nossos números de capacidade de atendimento melhoraram muito. Mas vamos monitorar para ver as mudanças e tomar medidas urgentes em caso de necessidade”.

O município do Rio tem mais de 30 mil casos e quase 3,7 mil mortes causadas pelo novo coronavírus.

Cronograma de flexibilização do isolamento social no Rio (Foto: Prefeitura do Rio)

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade