Após criar polêmica com Durinho e receber ‘resposta’ de Herbert, Borrachinha diz: ‘Me referi ao UFC’

Publicado em 06/07/2020 por: Mateus Machado
Após criar polêmica com Durinho e receber ‘resposta’ de Herbert, Borrachinha diz: ‘Me referi ao UFC’ Paulo Borrachinha esclareceu polêmica envolvendo sua declaração (Foto reprodução Instagram @borrachinhamma)

publicidade

A saída de Gilbert Durinho da luta principal do UFC 251 – onde enfrentaria o campeão meio-médio Kamaru Usman – após testar positivo para o novo coronavírus deu início à uma grande polêmica envolvendo Paulo Borrachinha. Lutador peso-médio da organização, o brasileiro publicou em suas redes sociais, em alusão à notícia envolvendo a retirada de Durinho do evento, que o “MMA pune” quando o UFC tenta, segundo o mineiro, usar algum “atalho” para lutas importantes. Borrachinha relembrou a disputa do cinturão de “lutador mais casca-grossa” entre Nate Diaz e Jorge Masvidal, e também a escolha do cubano Yoel Romero como desafiante de Israel Adesanya.

Irmão de Durinho e também lutador do UFC, Herbert Burns não gostou das declarações de Borrachinha e, através do Twitter, disse que Gilbert chegou ao primeiro lugar do ranking – e consequentemente à disputa de cinturão dos meio-médios – por mérito: “Tá viajando, hein! Falou muito e falou besteira! Durinho é o nº 1 desafiante, como pode ser a opção n⁰ 4? O mundo pune quem fala besteira também”, disparou Herbert.

Ao perceber que Herbert se irritou com a declaração, Paulo Borrachinha procurou esclarecer a situação, e em resposta direta ao atleta peso-leve do Ultimate, disse que se referiu ao UFC, e não a Gilbert Durinho. Invicto no MMA, o peso-médio aproveitou para falar que Gilbert “fez o seu papel” ao chegar à disputa de cinturão nos meio-médios, deixando para trás atletas do topo como Colby Covington e Jorge Masvidal.

“Sabemos que outros (lutadores da divisão meio-médio) não lutaram por uma questão salarial, o que é horrível para todos os lutadores. Durinho não tem nada a ver e fez o papel dele, mas quando o UFC faz essas ‘trapaças’, sempre dá me***. Quando eu disse que o MMA pune, me referi ao UFC, não ao Durinho”.

Polêmicas à parte, o Ultimate agiu rapidamente e, depois do teste positivo de Gilbert Durinho para o coronavírus, confirmou que Jorge Masvidal substituirá o brasileiro em disputa de cinturão contra o campeão meio-médio Kamaru Usman na luta principal do UFC 251, que acontece no próximo sábado (11).

CARD COMPLETO:

UFC 251
Ilha de Yas, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 11 de julho de 2020

Card principal (23h, de Brasília)
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Jorge Masvidal
Peso-pena: Alexander Volkanovski x Max Holloway
Peso-galo: Petr Yan x José Aldo
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Rose Namajunas
Peso-mosca: Amanda Ribas x Paige VanZant

Card preliminar (19h, de Brasília)
Peso-meio-pesado: Volkan Oezdemir x Jiri Prochazka
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Muslim Salikhov
Peso-pena: Makwan Amirkhani x Danny Henry
Peso-leve: Léo Santos x Roman Bogatov
Peso-pesado: Marcin Tybura x Maxim Grishin
Peso-mosca: Raulian Paiva x Zhalgas Zhumagulov
Peso-galo: Karol Rosa x Vanessa Melo
Peso-galo: Martin Day x Davey Grant

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade