Maior evento de lutas casadas de Jiu-Jitsu do Brasil e em busca de ser o maior do mundo, o BJJ Stars realizou sua terceira edição neste sábado (25), em São Paulo, em evento que marcou a volta aos trabalhos da organização em meio à pandemia do novo coronavírus. E quem comprou o pay-per-view (PPV) para assistir ao evento não se decepcionou. Na luta principal, Kaynan Duarte e João Gabriel Rocha travaram uma verdadeira guerra, com coração, que terminou com vitória de Kaynan.

No co-main event, quem levou a melhor foi Lucas Hulk, vitorioso diante de Leandro Lo por 2 a 0. Já no aguardado confronto entre Patrick Gaudio e Erberth Santos, muita expectativa e pouca ação, com o “leão” Gaudio vencendo por uma vantagem. Ao todo, foram 12 lutas, com duelos para todos os gostos e envolvendo diversas gerações da arte suave. Fepe Lopes, presidente do BJJ Stars, ainda anunciou a quarta edição do evento para o dia 5 de dezembro, ainda a ser confirmado com a presença do público ou não.

Kaynan e João Gabriel dão show de Jiu-Jitsu

Na luta principal, João Gabriel Rocha e Kaynan Duarte deram um verdeiro show de Jiu-Jitsu, na terceira vez que os dois faixas-preta ficaram frente a frente (Kaynan agora lidera por 2 a 1). Kaynan saiu na frente, mas João Gabriel logo tratou de empatar o duelo, que seguiu bastante parelho até ele machucar o joelho direito.

https://www.instagram.com/p/CDFpeimp6gs/

Mostrando coração, João Gabriel seguiu na disputa, mas não foi capaz de superar o atleta da Atos, que venceu por 6 a 4 nos pontos, em grande atuação dos dois faixas-preta. Ao fim do evento, Kaynan pediu para enfrentar Felipe Preguiça, seu adversário inicial, que acabou se lesionando e foi substituído por João.

Lucas Hulk surpreende Leandro Lo com queda

O confronto mal tinha começado e Lucas Hulk, com uma queda, abriu 2 a 0 no placar diante de Leandro Lo. A partir daí, o pupilo de André Galvão passou a maior parte da luta por cima, fazendo pressão, mas não foi capaz de passar a guarda de Lo, que ao mesmo tempo, também não conseguiu raspar Hulk.

Nos últimos minutos, ciente de que estava na frente, Lucas Hulk foi “cozinhando” o líder da NS Brotherhood e, nos 30 segundo finais, chegou perto de finalizar Lo, que resistiu, mas acabou derrotado por pontos.

https://www.instagram.com/p/CDFl1m1pAhd/

Patrick Gaudio supera Erberth em luta morna

Uma das lutas mais aguardadas do BJJ Stars, a disputa entre Patrick Gaudio e Erberth Santos contou com muitas provocações no seu aquecimento e, talvez por causa disso, acabou “travada”, com os dois faixas-preta atuando com bastante cautela. Ao fim dos 10 minutos, quem levou a melhor foi Patrick Gaudio, por uma vantagem. Em entrevista após a luta, o representante do projeto Dream Art reconheceu que sua atuação esteve aquém do esperado e se mostrou aberto para uma revanche com Erberth Santos.

Gabriel Napão finaliza Léo Leite no último segundo

Dois veteranos da arte suave, com trajetórias vitoriosas no MMA e mais de 40 anos, Gabriel Napão e Léo Leite fizeram um confronto bastante acirrado, pautado na luta em pé e definido apenas no último segundo. Quase 20kg mais pesado que Léo Leite, o ex-UFC Napão fez valer seu porte físico e saiu na frente.

Na reta final, o judoca Léo conseguiu uma queda espetacular, mas viu Napão cair por cima. Se aproveitando da situação, Gabriel não perdeu tempo e foi para o armlock, finalizando, literalmente, no último segundo.

Bahiense estrangula Cláudio Calasans no Ezequiel

Dois grandes nomes da divisão, os faixas-preta Cláudio Calasans e Isaque Bahiense faziam um combate disputado até o líder do projeto Dream Art encaixar um justo estrangulamento Ezequiel. Bahiense começou chamando Calasans para a guarda e conseguiu a raspagem, recebendo a resposta de Cláudio, que empatou.

Já há poucos segundos do fim, depois de raspar de volta e ficar à frente do placar – que marcava 4 a 2 -, Isaque Bahiense aproveitou uma brecha do adversário e, sem perder tempo, finalizou com um Ezequiel. Em entrevista após a luta, Isaque relembrou sua derrota para Gabriel Arges na final do Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF em 2019 e pediu pela chance de enfrentar o faixa-preta da Gracie Barra novamente.

Serginho encaixa estrangulamento em Luis Marques

Depois de um longo tempo afastado das competições com quimono, o ex-lutador do UFC Serginho Moraes fez bonito em seu retorno aos tatames. Contra o experiente Luis Marques, bicampeão do BJJ Stars, Serginho teve paciência e, pouco a pouco, foi avançando até passar a guarda e começar a desenhar seu triunfo.

Porém, mesmo com o 3 a 0 no placar e a passagem estabilizada, Serginho não se acomodou e, faltando poucos segundos para o fim, encaixou um bonito estrangulamento Norte e Sul. Após a luta, o faixa-preta da Alliance celebrou a oportunidade de voltar e projetou sucesso para o evento liderado por Fepa Lopes.

Anna Rodrigues leva luta travada com Bia Basílio

Antigas rivais, Anna Rodrigues e Bia Basílio travaram um confronto bastante amarrado e estudado, mas também repleto de tensão, principalmente na sua reta final. A faixa-preta da Almeida Jiu-Jitsu saiu na frente com uma vantagem após tentativa de finalização na “botinha”, mas depois viu Anna Rodrigues superá-la.

Explosiva, a representante do projeto Dream Art anotou três vantagens em sequência, saiu vencedora por 3 a 1, e no final rebateu os críticos de internet, exaltando Bia, mas destacando: “Eu sou f***”, exclamou Anna.

Meyham Maquine vence guerra contra Clandestino

Estreando na faixa-preta, o jovem Meyham Maquine, de apenas 19 anos, mostrou a que veio em duelo contra o casca-grossa Cleber Clandestino. Após um início de luta avassalador, Meyham abriu 6 a 0 nos pontos, mas aos poucos viu o lutador da Almeida Jiu-Jitsu ir crescendo na disputa, que se emparelhou.

Fazendo valer da sua experiência, Cleber Clandestino encostou no placar e foi com tudo pra cima, atacando o pé de Meyham, que respondeu da mesma forma. No final, porém, nenhum dos dois encaixou a finalização, e Meyham saiu vencedor por 8 a 6 nos pontos, em debute de gala na elite da arte suave.

Charles Duende bate Ximu por uma vantagem

No combate entre os veteranos Charles Duende e Gustavo Ximu – realizado com menos tempo de duração -, melhor para Duende. Botando pressão desde o início por cima, o faixa-preta da G13 BJJ tentou, não foi capaz de pontuar sobre Ximu – que se defendeu bem -, mas anotou uma vantagem decisiva.

Rollo finaliza Caio Almeida no estrangulamento

Faixa-preta experiente, Gabriel Rollo foi o responsável pela primeira finalização da noite. Em confronto contra Caio Almeida, convocado há poucos dias para substituir Charles do Bronx, o “Palito” precisou de quatro minutos para pegar as costas e vencer com um estrangulamento. Em entrevista após a luta, Gabriel pediu uma nova chance para enfrentar Do Bronx, atualmente se dedica ao MMA, no peso-leve do UFC.

Renata Marinho derrota Sábatha em luta parelha

O embate entre as “velhas conhecidas” Renata Marinho e Sábatha Lais iniciou eletrizante, com a faixa-preta da Alliance saindo na frente com 2 a 0. Com o passar do tempo, Sábatha foi crescendo, mas não conseguiu transformar sua pressão em pontos e ainda viu Renata aumentar a vantagem para 4 a 0.

Minutos depois, porém, Sábatha devolveu a raspagem e voltou pra luta. A partir daí, a faixa-preta da equipe Ryan Gracie tentou de todas as formas empatar o combate, mas não foi capaz de ultrapassar a eficiente guarda de Renata Marinho, que terminou vencedora por 4 a 2 e celebrou bastante o resultado positivo.

Petcho domina Robinho e triunfa por pontos

Marcos Petcho começou com estilo a noite de lutas do BJJ Stars. Diante de Robinho, o faixa-preta mostrou gás e impôs seu ritmo, abrindo o placar com uma raspagem. Em seguida, aumentou para 4 a 0 nos pontos com uma queda. Em desvantagem, Robinho tentou um último ataque na perna direita do representante da Barbosa Jiu-Jitsu na reta final do combate, mas não foi o suficiente para tirar a vitória de Marcos Petcho.

RESULTADOS COMPLETOS:

BJJ Stars
Lugar secreto, em São Paulo (BRA)
Sábado, 25 de julho de 2020

Kaynan Duarte derrotou João Gabriel Rocha por 6 a 4 nos pontos
Lucas Hulk derrotou Leandro Lo por 2 a 0 nos pontos
Patrick Gaudio derrotou Erberth Santos por 1 a 0 nas vantagens
Gabriel Napão finalizou Léo Leite com uma chave de braço
Isaque Bahiense finalizou Cláudio Calasans com um estrangulamento Ezequiel
Serginho Moraes finalizou Luis Marques com um estrangulamento Norte e Sul
Anna Rodrigues derrotou Bia Basílio por 3 a 1 nas vantagens
Meyham Maquine derrotou Cleber Clandestino por 8 a 6 nos pontos
Charles Duende derrotou Gustavo Ximu por 1 a 0 nas vantagens
Gabriel Rollo finalizou Caio Almeida com um estrangulamento
Renata Marinho derrotou Sábatha Lais por 4 a 2 nos pontos
Marcos Petcho derrotou Robinho por 4 a 0 nos pontos