Decepcionado, Masvidal diz que fez ‘luta de me***’, enquanto Usman rebate críticas e se compara a Floyd Mayweather

Publicado em 12/07/2020 por: Mateus Machado
Decepcionado, Masvidal diz que fez ‘luta de me***’, enquanto Usman rebate críticas e se compara a Floyd Mayweather Kamaru Usman controlou o ímpeto de Jorge Masvidal e manteve o cinturão (Foto reprodução YouTube UFC)

publicidade

Cercada de expectativa, a luta principal do UFC 251, realizado no último sábado (11), em Abu Dhabi, terminou com a vitória de Kamaru Usman, que superou Jorge Masvidal na decisão unânime dos jurados e manteve o cinturão meio-médio em sua posse. O combate durou cinco rounds, no entanto, os fãs de MMA esperavam por mais momentos de ação, tendo em vista o bom nível na trocação que ambos possuem e a rivalidade existente entre o nigeriano e o “Jesus das Ruas”.

Usman, todavia, adotou a estratégia da luta agarrada e, em diversos momentos, pressionou o adversário contra a grade, contabilizando pontos importantes, apesar de não mostrar contundência em suas ações. Em entrevista aos jornalistas logo após o combate, Masvidal, que entrou na luta com apenas seis dias de antecedência, substituindo o brasileiro Gilbert Durinho, foi bem sincero sobre o desempenho apresentado.

“O jab dele (Kamaru Usman). Eu sabia que era ok, mas foi melhor. As fintas, ele elevou para outro nível, ele fingia que ia fazer algo, eu caía e ele me levava para a grade. Tiveram coisas que me senti bem… Quando ele veio para as minhas pernas, eu sustentei bem, evitei quedas. Ele sabe que eu não sou um qualquer. Não sei, cara, só sinto que decepcionei muitas pessoas. Foi uma performance de me***”, analisou o desafiante.

Apesar da vitória e da manutenção do seu título, Kamaru Usman recebeu críticas pela sua performance, onde alguns fãs de MMA disseram que, em determinados momentos, o campeão “amarrou” a luta ao manter Jorge Masvidal pressionado contra a grade por muito tempo. Em resposta, o nigeriano defendeu seu estilo e se comparou a Floyd Mayweather, multicampeão e astro do Boxe.

“Houve uma época que as pessoas começaram a odiar Floyd Mayweather porque ele era muito dominante. Floyd, a defesa dele era incrível, ele era tão bom no que fazia, podemos concordar nisso? E ficavam falando: ‘Ah, ele é tão chato, é tão tedioso’, porque querem ver uma briga de bar. Nós estamos arriscando nossas vidas ali. Nós treinamos. Qual o ponto de treinar todo dia e sair correndo pra tomar porrada? Você treina para fazer o outro errar, para controlar a luta para que você não esteja sendo punido de graça. E eu faço isso melhor que todo mundo. Quem fala isso, pode falar o que quiser. Eu trabalhei por 25 minutos. Então, quem fala isso, que venha dividir o octógono com Masvidal por 25 minutos”, disparou o campeão.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 251
Ilha de Yas, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 11 de julho de 2020

Card principal 
Kamaru Usman derrotou Jorge Masvidal por decisão unânime dos jurados
Alexander Volkanovski derrotou Max Holloway por decisão dividida dos jurados
Petr Yan derrotou José Aldo por nocaute técnico no 5R
Rose Namajunas derrotou Jéssica Bate-Estaca por decisão dividida dos jurados
Amanda Ribas finalizou Paige VanZant com uma chave de braço no 1R

Card preliminar
Jiri Prochazka derrotou Volkan Oezdemir por nocaute no 2R
Muslim Salikhov derrotou Elizeu Capoeira por decisão dividida dos jurados
Makwan Amirkhani finalizou Danny Henry com um estrangulamento no 1R
Léo Santos derrotou Roman Bogatov por decisão unânime dos jurados
Marcin Tybura derrotou Maxim Grishin por decisão unânime dos jurados
Raulian Paiva derrotou Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime dos jurados
Karol Rosa derrotou Vanessa Melo por decisão unânime dos jurados
Davey Grant derrotou Martin Day por nocaute no 3R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade