Em busca da sua primeira vitória no UFC, Vanessa Melo analisa ‘acerto de contas’ contra Karol Rosa: ‘Vai ser um lutão’

Publicado em 07/07/2020 por: Mateus Machado
Em busca da sua primeira vitória no UFC, Vanessa Melo analisa ‘acerto de contas’ contra Karol Rosa: ‘Vai ser um lutão’ Vanessa Melo vai em busca da sua primeira vitória no Ultimate (Foto reprodução Instagram @vanessamelo_ufc)

publicidade

* Contratada pelo Ultimate em 2019, Vanessa Melo acabou sendo derrotada por Irene Aldana e Tracy Cortez nos dois combates que fez na organização até o momento. Disposta a conquistar sua primeira vitória lutando pela maior organização de MMA do mundo, a “Miss Simpatia” entra em ação no card preliminar do UFC 251, programado para acontecer no próximo sábado (11), na estreia da “ilha da luta”, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Sua adversária será a compatriota Karol Rosa, em combate que será um “acerto de contas” por parte das duas atletas.

Vanessa e Karol se enfrentariam pelo evento Future MMA no ano passado, onde disputariam o cinturão peso-galo, entretanto, a capixaba passou por um problema pessoal e precisou deixar o card. Agora, com ambas fazendo parte do plantel de atletas do Ultimate, o confronto, enfim, vai acontecer, e em entrevista à TATAME, Vanessa Melo falou da expectativa para a luta, que segundo a própria, promete ser empolgante.

“Quando casaram essa luta, eu fiquei bem animada em relação a isso, porque é uma luta que já era para ter acontecido, então, de fato, não deixa de ser um acerto de contas (risos). Ela estava um passo à minha frente e aí colocaram a gente para disputar o cinturão do Future MMA, mas ela teve um problema pessoal e precisou sair do card. Passado um tempo, ela entrou no UFC, então era para acontecer mesmo, porque não rolou a luta no Future, mas vamos nos enfrentar no UFC. Estou empolgada para esse duelo, vai ser um lutão. A Karol é uma menina muito dura, a respeito muito. Ela deve estar na mesma empolgação que eu, certamente (risos)”, disse a lutadora de 32 anos, que tem dez vitórias e sete reveses no cartel.

Confira a entrevista completa com Vanessa Melo:

– Segredo para manter a forma em meio à pandemia

O primeiro mês (da pandemia e quarentena) impactou não só a mim, como acredito que a todos os atletas, então o jeito foi treinar de casa. No segundo mês, eu passei a treinar na academia de portas fechadas, sem aglomeração, com três pessoas, no máximo, tomando todos os cuidados possíveis. Eu moro com meus pais e com minha família, e eles são grupo de risco, então além do medo de eu ficar doente, tem também o medo de levar o vírus e deixar meus familiares infectados. Minha mãe tem problema no pulmão, meu pai é idoso e tenho uma filha pequena, então foi uma preocupação grande e eu tripliquei os cuidados. Como ainda não tinha adversária na época, me mantive treinando normalmente, ajustando e aprendendo algumas coisas. Lógico que a intensidade não é a mesma, mas a gente tenta pelo menos manter a forma.

– Preparação para a luta com limitações nos treinos

É uma resposta que só lutando eu vou saber responder, porque até então, na nossa cabeça, a gente está bem para lutar. Só durante a luta, no ‘vamo ver’, é que vamos saber como estamos. O máximo que a gente poderia ter feito, a gente fez. Eu fiz o máximo para ter uma preparação boa, mas é óbvio que essa pandemia atrapalhou muito, fez a gente correr riscos e tomar um cuidado enorme em relação a tudo. É treinar com as pessoas que estejam tendo o mesmo cuidado que você e seguir a vida. É o nosso sustento, então seguimos.

– Isolamento em hotel antes de viagem a Abu Dhabi

É um mal necessário. O que eles estão fazendo é um cuidado para evitar o contágio do vírus, ainda mais porque existem pessoas assintomáticas. É ruim para treinar, perder peso, mas é preciso. Eu acho legal essa preocupação com o atleta para não colocar outras pessoas em risco. O cuidado do UFC com os atletas foi impressionante, eles traçaram uma logística incrível, e isso deixa a gente seguro e mais tranquilo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Partiu abhu dabhi!! Obrigada senhor!! @rogeriopadovan @nsformula_ @longoneoficial @clinicakumara @agillservice @dr.joseluis2020 @priscilacangussupilates @acai.46 @metaformnutrition @choice.fit @voukbrasil @sakumoto.personalfight @lilimarmitas @protetorbucalforcefield @lununesbemestarsistemico @ralfsouzaterapeutaquantico @emagrecentrotaboaodaserra @verosalao @anjhors @jdproducoeseeventosoficial #teampadovan #teampilatesdapri #teamnsformula #teamacai46 #teamforcefield #teamkumara #teamemagrecentro #teamlilimarmitas #teamvouk#teamsakumoto #teamlongone #terapiaquantica #teamchoicefit #teamverosala #teamlununes#teammetaform #teamagilservice #teamanjhors #teamdrluisadvogados#wmma #ufcfigthisland#obrigadosenhor

Uma publicação compartilhada por Vanessa Melo (@vanessamelo_ufc) em

– Fuso horário e luta de madrugada nos Emirados

Eu já lutei na China, então sei como impacta essa é questão de fuso horário. O jeito vai ser treinar de madrugada, dormir o mais tarde possível, organizar a programação com toda a nossa equipe, mas estamos tranquilos em relação a isso. Faz parte e é só mais um obstáculo que vamos superar antes da luta.

– ‘Acerto de contas’ com a compatriota Karol Rosa 

Quando casaram essa luta, eu fiquei bem animada em relação a isso, porque é uma luta que já era para ter acontecido, então, de fato, não deixa de ser um acerto de contas (risos). Ela estava um passo à minha frente e aí colocaram a gente para disputar o cinturão do Future MMA, mas ela teve um problema pessoal e precisou sair do card. Passado um tempo, ela entrou no UFC, então era para acontecer mesmo, porque não rolou a luta no Future, mas vamos nos enfrentar no UFC. Estou empolgada para esse duelo, vai ser um lutão. A Karol é uma menina muito dura, a respeito muito. Ela deve estar na mesma empolgação que eu (risos).

– Derrotas no UFC após duelos de última hora

Quando eu entrei (estreia contra Irene Aldana), foi tudo muito tumultuado. Soube da luta, já tive que fazer exames, treinar e depois viajei. Eu nem cheguei a treinar direito, mais perdi peso mesmo. Dessa vez eu tive um tempo a mais de treino, então estou empolgada para que venha uma vitória. Vou dar o meu melhor, assim como sei que a Karol também vai dar. Fiquei muito feliz de ter lutado contra a Irene Aldana, uma atleta ranqueada, foi uma boa luta, de três rounds. Não foi o resultado que a gente queria, mas luta é luta. Agora, mesmo com essa pandemia, não foi exatamente do jeito que eu queria, mas foi uma boa preparação.

CARD COMPLETO:

UFC 251
Ilha de Yas, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 11 de julho de 2020

Card principal (23h, de Brasília)
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Jorge Masvidal
Peso-pena: Alexander Volkanovski x Max Holloway
Peso-galo: Petr Yan x José Aldo
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Rose Namajunas
Peso-mosca: Amanda Ribas x Paige VanZant

Card preliminar (19h, de Brasília)
Peso-meio-pesado: Volkan Oezdemir x Jiri Prochazka
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Muslim Salikhov
Peso-pena: Makwan Amirkhani x Danny Henry
Peso-leve: Léo Santos x Roman Bogatov
Peso-pesado: Marcin Tybura x Maxim Grishin
Peso-mosca: Raulian Paiva x Zhalgas Zhumagulov
Peso-galo: Karol Rosa x Vanessa Melo
Peso-galo: Martin Day x Davey Grant

* Por Mateus Machado 

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade