Em disputa de título contra Benavidez, Deiveson tenta ‘quebrar escrita’; mais cinco brasileiros entram em ação

Publicado em 18/07/2020 por: Mateus Machado
Em disputa de título contra Benavidez, Deiveson tenta ‘quebrar escrita’; mais cinco brasileiros entram em ação Deiveson Figueiredo e Joseph Benavidez fazem a luta principal do UFC deste sábado (Foto reprodução YouTube UFC)

publicidade

Após o UFC 251 no último sábado (11) e o UFC on ESPN 13 na quarta-feira (15), o Ultimate realiza neste sábado (18) o UFC Fight Night 172, sua terceira edição na “Ilha da Luta”, localizada em Abu Dhabi. Na luta principal, após alguns dias de tensão, a disputa de cinturão peso-mosca entre Deiveson Figueiredo e Joseph Benavidez foi confirmada e o Brasil poderá voltar a ter um campeão masculino na organização, o que não ocorre desde 2017. No co-main event, pela divisão peso-médio, vindo de duas derrotas consecutivas, Kelvin Gastelum vai buscar a reabilitação em combate diante de Jack Hermansson, que perdeu para Jared Cannonier em sua última apresentação.

O card em Abu Dhabi conta ainda com outros cinco brasileiros em ação. Na categoria peso-mosca, as atletas Ariane Lipski e Luana Dread se enfrentam em promessa de bom combate. Além disso, Alexandre Pantoja, Davi Ramos e Carlos Boi encaram Askar Askarov, Arman Tsarukyan e Sergey Spivak, respectivamente.

Um novo ‘rei’ na divisão peso-mosca

Um novo campeão peso-mosca será finalmente coroado neste sábado, quando Deiveson Figueiredo e Joseph Benavidez se enfrentarem pela segunda vez. Os dois atletas se encontraram em fevereiro deste ano, em luta que valia o título da divisão, mas o brasileiro, que venceu o confronto por nocaute no segundo round de luta, não bateu o peso no dia anterior, tornando-se inelegível para o cinturão.

A nova oportunidade, então, surgiu cinco meses depois, e o paraense de Soure garantiu que retorna para o Pará como o mais novo rei da categoria até 57kg. Líder da divisão, Deiveson tem 18 vitórias na carreira e vem em uma sequência de três triunfos. Além de Benavidez, o “Deus da Guerra” já derrotou nomes como os de Tim Elliott e do compatriota Alexandre Pantoja.

“Eu estou muito motivado. Vim preparado, com um bom peso e pronto para lutar 10 rounds se for preciso. Eu me sinto como campeão, mas não tenho o cinturão. Então dessa vez eu vim para pegar o que é meu”, disse o brasileiro, em entrevista aos jornalistas durante a semana.

Já o americano Joseph Benavidez é o atual número dois do ranking e vai tentar pela quarta vez conquistar o cinturão peso-mosca do UFC. Benavidez foi derrotado duas vezes pelo então campeão Demetrious Johnson, em 2012 e 2013, e, recentemente, pelo adversário deste sábado.

Duelo entre brasileiras no card principal

Depois de algumas mudanças de data e local, a luta entre as brasileiras Ariane Lispki (12-5-0) e Luana “Dread” Carolina (6-1-0) é outro confronto confirmado para o card desta noite. A paranaense Ariane busca a sua segunda vitória no UFC. Ex-campeã do evento polonês KSW, a “Rainha da Violência” derrotou a compatriota Isabela de Pádua em sua última luta, em novembro do ano passado. Sua adversária, a paulista Luana Dread, foi contratada pelo UFC depois de participar da versão brasileira do Contender Series, em 2018. Mas, por conta de lesões, só lutou uma vez na organização: em maio do ano passado, quando venceu Priscila Pedrita.

Pantoja mira disputa de título e outros brasileiros em ação

O peso-mosca Alexandre Pantoja (22-4-0) é outro nome que sobe no octógono em Abu Dhabi. Quarto entre os moscas, o natural de Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro tem seis vitórias em oito lutas. Na última, em dezembro, nocauteou o americano Matt Schnell. Uma vitória pode garantir a Pantoja a vaga de próximo desafiante ao cinturão, que será decidido na última luta da noite. Para isso, ele precisa passar pelo russo Askar Askarov (11-0-1), sétimo na divisão e invicto na carreira.

Completando o elenco brasileiro no card, o carioca Davi Ramos (10-3-0) enfrenta o russo Arman Tsarukyan (14-2-0) e o baiano invicto Carlos Felipe “Boi” (8-0-0) faz sua estreia no UFC contra o moldávio Sergey Spivak (10-2-0).

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC Fight Night 172
Ilha de Yas, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 18 de julho de 2020

Card principal 
Deiveson Figueiredo finalizou Joseph Benavidez com um mata-leão no 1R
Jack Hermansson finalizou Kelvin Gastelum com uma chave de calcanhar no 1R
Rafael Fiziev derrotou Marc Diakiese por decisão unânime dos jurados
Ariane Lipski finalizou Luana Dread com uma chave de joelho no 1R
Askar Askarov derrotou Alexandre Pantoja por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Roman Dolidze derrotou Khadis Ibragimov por nocaute técnico no 1R
Grant Dawson derrotou Nad Narimani por decisão unânime dos jurados
Joel Alvarez finalizou Joe Duffy com uma guilhotina no 1R
Brett Johns derrotou Montel Jackson por decisão unânime dos jurados
Amir Albazi finalizou Malcolm Gordon com um triângulo no 1R
Arman Tsarukyan derrotou Davi Ramos por decisão unânime dos jurados
Sergey Spivak derrotou Carlos Boi por decisão majoritária dos jurados

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade