Equipe Umbra/Vasco participa da entrega de apostilas pedagógicas com a Prefeitura do Rio, e coordenador elogia iniciativa

Publicado em 25/07/2020 por: Diogo Santarém
Equipe Umbra/Vasco participa da entrega de apostilas pedagógicas com a Prefeitura do Rio, e coordenador elogia iniciativa Léo Saci, Pablo Mello e André Amorell em ação realizada no Rio de Janeiro (Foto arquivo pessoal)

publicidade

Um dos grandes núcleos de Judô no Rio de Janeiro, a equipe Umbra/Vasco da Gama, que tem como pilar o trabalho social, se transformou em um polo de ajuda para atletas, familiares e comunidades durante a pandemia do novo coronavírus. Depois de ações com cestas básicas, máscaras e kits de higienização, mais recentemente, a Umbra – que tem sede na Zona Norte da cidade – realizou, em parceira com a Prefeitura do Rio, a entrega de aproximadamente 1.500 Apostilas Pedagógicas das Unidades Escolares nos bairros de São Cristóvão, Benfica e Barreira do Vasco.

“Agradeço a todos os parceiros envolvidos na presente ação, onde acreditamos que a educação é uma ferramenta importante de transformação social. Hoje estamos ao lado da Secretaria da Educação e da Talma Romero, sua secretária, que luta diariamente esse combate do bem”, comentou o Assessor Especial Pablo Mello, responsável pela ação, e por acompanhar processos e demandas junto os órgãos municipais.

A Umbra/Vasco da Gama, por sua vez, enviou parte dos seus atletas principais, junto com André Amorelli, coordenador e treinador da equipe principal, que em meio à pandemia, decidiu apoiar a nobre iniciativa.

“Recebemos o convite da equipe da Superintendência do Centro, e aceitamos prontamente, primeiro por acreditarmos na importância da educação para o crescimento dos atletas. Segundo por acreditarmos no trabalho desenvolvido pela Superintendência e pelo Pablo”, disse o coordenador Amorelli.

Outro parceiro presente na ação foi o Instituto Renovando Atitudes, que enviou Leonardo “Saci”, instrutor de Jiu-Jitsu responsável pelas turmas infantis. O faixa-marrom da equipe GFTeam é um paratleta conhecido por sua história de superação, já que teve uma das pernas amputadas em razão de um tumor cancerígeno, diagnóstico em uma consulta na CMS do Cajú (Clínica Municipal de Saúde), onde Pablo era diretor.

“Fiquei feliz pelo convite, e não podia deixar de prestigiar esta ação, que é muito importante para as crianças que estão presas em casa por causa do coronavírus. Admiro o trabalho do Pablo, que participou na minha luta contra câncer, e me apoia desde a época em que tive minha perna amputada”, relembrou Léo.

Pablo ainda exaltou a importância da educação para a prática das artes marciais, na formação das crianças e adolescentes, e principalmente dos atletas de alto rendimento, que precisam pensar no seu crescimento profissional no esporte, e após o término da carreira esportiva, onde buscarão oportunidades no mercado.

“Outras regiões, como o bairro do Caju, que possui um dos menores Índices de Desenvolvimento Social do Rio de Janeiro, também foram agraciadas pelas ações. A distribuição das apostilas aos alunos da rede municipal de ensino foram necessárias e importantes na manutenção dos seus estudos, pois muitos dos alunos não têm acesso a computador e internet. Assim, possibilitar a entrega do instrumento que permitirá que o aluno continue estudando no contexto educacional, é primordial na política educacional”, encerrou.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade