Future MMA anuncia retorno em evento com cinco disputas de cinturão e confirma novidades em sua programação

Publicado em 07/07/2020 por: Mateus Machado
Future MMA anuncia retorno em evento com cinco disputas de cinturão e confirma novidades em sua programação Evento que marcará o retorno das atividades do Future MMA contará com cinco disputas de título (Foto divulgação)

publicidade

Eleito o melhor evento de MMA do Brasil pelo público em 2019, o Future MMA retorna no dia 21 de agosto para sua 12ª edição, em um galpão próprio, sem público, em São Paulo. Serão oito lutas, cinco disputas de cinturão e muitas novidades, como o novo sistema de transmissão do show, que será via pay-per-view, no qual o valor arrecadado será dividido com os atletas do card.

Na luta principal, a jovem promessa Gabriel Braga e o veterano Kevin Souza vão disputar o cinturão peso-pena em um confronto de gerações; pelos meio-médios, o campeão Luiz Cado defenderá seu título contra Uyran Presunto; pelos leves, Jack Godzilla tentará manter o posto de campeão contra o duro Rodrigo Lidio.

Confirmado como postulante ao cinturão dos médios, Caio Borralho espera a definição de seu adversário, que sairá da votação do público. Os candidatos e a abertura da votação serão divulgados na noite desta terça-feira (7), em live que vai acontecer no Instagram do Future. O mesmo acontece com Nina Loch, que espera uma oponente para a disputa do título na categoria peso-galo feminino.

Novidades na programação

Narrador da transmissão em português do evento, Leandro Mamute vai comandar o “Future Fight Talk”, ao vivo no Instagram (@futuremmabr). Ele receberá lutadores, treinadores e outros personagens importantes para o funcionamento da organização. O convidado de estreia, que será nesta terça-feira, às 22h30h, é o CEO do Future MMA, Jorge Oliveira. Já nas noites de domingo, o narrador da transmissão em inglês, Max Soares, vai abrir o microfone para fãs e atletas, também ao vivo. A proposta do programa é dar espaço para o público interagir ainda mais com o evento, sugerindo casamentos de lutas, além de permitir que novos lutadores se apresentem para tentar uma vaga na organização de MMA nacional.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade