Luana Dread prevê ‘trocação’ contra Ariane Lipski e celebra retorno ao UFC: ‘Muito feliz em poder trabalhar’

Publicado em 08/07/2020 por: Diogo Santarém
Luana Dread prevê ‘trocação’ contra Ariane Lipski e celebra retorno ao UFC: ‘Muito feliz em poder trabalhar’ Luana Dread está pronta para retornar ao octógono após mais de um ano (Foto reprodução Instagram @luanadread)

publicidade

* Sem lutar desde maio do ano passado, quando derrotou Priscila Pedrita em sua estreia no UFC, a peso-mosca Luana Dread não vê a hora de retornar ao octógono. Porém, para a alegria da brasileira, sua volta está programada para o dia 18 de julho, quando Luana terá pela frente a compatriota Ariane Lipski na esperada “ilha da luta”, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Em entrevista à TATAME, a representante da equipe Capital da Luta projetou o combate entre brasileiras, elogiando Ariane: “Ela é uma atleta muito agressiva, bem técnica, e isso acaba sendo bom, encaixa no meu jogo. Eu também sou da trocação, então isso, para quem vai assistir à luta, é muito bom. Acho que não só pra nós, atletas, mas para o evento a luta também vai ser bem interessante. Foi casada três vezes, então o pessoal quer mesmo assistir (risos). Estou muito feliz em poder voltar a lutar, fazer o que amo”.

Sobre sua preparação em meio à pandemia do novo coronavírus, Luana contou que, mesmo antes da luta ser confirmada, já vinha passando por testes regulares na Capital da Luta, o que lhe deu tranquilidade.

“No caso dos exames (na equipe), todos fizeram, incluindo os meninos que eu moro junto, então isso me ajudou, porque tive material humano para treinar. Semana passada eu fiz o teste, deu negativo, e isso traz segurança. Nosso inimigo agora é invisível, então como eu digo, estamos trabalhando pela fé, que é acreditar no que não vemos. Porém, estou fazendo a minha parte, me cuidando ao máximo”, disse a peso-mosca, que viajará para Abu Dhabi acompanhada dos treinadores Lucas Mineiro e Tererê.

Dona de um cartel com seis vitórias e apenas uma derrota, em sua estreia no MMA, Luana já projeta o seu futuro dentro da categoria dos moscas. Indo para seu segundo desafio no UFC contra uma brasileira, falou:

“Eu gostaria, sim, que não fosse uma brasileira, mas luta é luta. É a segunda menina brasileira que eu vou enfrentar (no UFC), mas lá em cima (no cage), independente da nacionalidade, vou dar o meu melhor. Eu mesmo já torci pela Priscila Pedrita, pela Ariane, sempre acompanhando. Acho que, independente de quem vencer, o mais importante é mostrar a força do Brasil. Mas vou para vencer”, opinou, antes de encerrar.

“Em caso de vitória eu quero enfrentar alguém do Top 15 da categoria (peso mosca feminino), mas não tenho pressa. O foco é no dia 18, em derrotar a Ariane Lipski, e depois ver o que o UFC projeta pra mim”.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Island
Ilha de Yas, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 18 de julho de 2020

Card principal (21h, de Brasília)
Peso-mosca: Deiveson Figueiredo x Joseph Benavidez
Peso-médio: Kelvin Gastelum x Jack Hermansson
Peso-leve: Marc Diakiese x Rafael Fiziev
Peso-mosca: Luana Dread x Ariane Lipski
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Askar Askarov

Card preliminar (18h, de Brasília)
Peso-meio-pesado: Khadis Ibragimov x Roman Dolidze
Peso-pena: Grant Dawson x Nad Narimani
Peso-leve: Joe Duffy x Joel Alvarez
Peso-galo: Brett Johns x Montel Jackson
Peso-mosca: Malcolm Gordon x Alexander Doskalchuk
Peso-leve: Davi Ramos x Arman Tsarukyan
Peso-pesado: Carlos Boi x Sergey Spivak

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade