Reserva em disputa de título peso-mosca do UFC, Pantoja analisa adversário russo e garante: ‘Vencendo, sou o próximo’

Publicado em 08/07/2020 por: Diogo Santarém
Reserva em disputa de título peso-mosca do UFC, Pantoja analisa adversário russo e garante: ‘Vencendo, sou o próximo’ Pantoja faturou US$ 50 mil de bônus por sua performance no UFC Busan (Foto reprodução Instagram @pantoja_oficial)

publicidade

* Atual quarto colocado no ranking peso-mosca do Ultimate, Alexandre Pantoja terá mais uma chance de se aproximar do título da categoria no próximo dia 18 de julho, quando está escalado para enfrentar o russo Askar Askarov em edição do UFC na aguardada “ilha da luta”, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Em caso de vitória, Pantoja entra de vez na rota do cinturão. Na data em questão, o brasileiro também será reserva caso Deiveson Figueiredo tenha algum problema e não possa duelar com Joseph Benavidez pelo cinturão vago dos moscas, na luta principal do evento. A informação foi divulgada pelo site Ag. Fight.

De olho nas duas oportunidades, Pantoja conversou com a TATAME sobre sua preparação e, focado no confronto contra o russo Askarov, se disse confiante para mais um resultado positivo – ele vem de vitória.

“Vejo ele como um grande lutador, merece estar aonde está, é um campeão de Wrestling, muito forte, então tenho certeza de que vai ser uma grande luta, mais um passo para eu mostrar o quanto estou preparado para disputar o cinturão. Com certeza, vencendo o Askarov, eu sou o próximo desafiante”, afirmou Pantoja, que mesmo em meio à pandemia do coronavírus, garantiu ter feito um bom camp na American Top Team.

“Aqui nos Estados Unidos a quarentena já aliviou um pouco, então a gente sai na frente do Brasil na reabertura das coisas, sendo mais fácil ficar ativo. Em abril a ATT já estava aberta para o pessoal que tem luta marcada, com uma programação especial, então desde abril estou treinando. Para treinar já está tudo certo aqui (na Flórida, EUA), então voltamos com força total de olho nos próximos compromissos”.

Por fim, o Pantoja relembrou – e celebrou – o bônus conquistado em sua última exibição, com um nocaute no primeiro round contra Schnell, citando que os US$ 50 mil ajudaram muito nesse momento de dificuldade. “Graças a Deus na minha última luta eu consegui um bônus (pela vitória), então está dando para segurar a parte financeira nesse momento de pandemia”, encerrou o peso-mosca brasileiro.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Island
Ilha de Yas, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 18 de julho de 2020

Card principal (21h, de Brasília)
Peso-mosca: Deiveson Figueiredo x Joseph Benavidez
Peso-médio: Kelvin Gastelum x Jack Hermansson
Peso-leve: Marc Diakiese x Rafael Fiziev
Peso-mosca: Luana Dread x Ariane Lipski
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Askar Askarov

Card preliminar (18h, de Brasília)
Peso-meio-pesado: Khadis Ibragimov x Roman Dolidze
Peso-pena: Grant Dawson x Nad Narimani
Peso-leve: Joe Duffy x Joel Alvarez
Peso-galo: Brett Johns x Montel Jackson
Peso-mosca: Malcolm Gordon x Alexander Doskalchuk
Peso-leve: Davi Ramos x Arman Tsarukyan
Peso-pesado: Carlos Boi x Sergey Spivak

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade