Terceiro no ranking peso-mosca, Brandon Moreno desafia Deiveson Figueiredo e provoca o campeão: ‘É um lutador lento’

Publicado em 22/07/2020 por: Mateus Machado
Terceiro no ranking peso-mosca, Brandon Moreno desafia Deiveson Figueiredo e provoca o campeão: ‘É um lutador lento’ Brandon Moreno provocou Deiveson e afirmou ser o próximo desafiante ao título (Foto reprodução Instagram @theassassinbaby)

publicidade

Após uma atuação dominante no último sábado (18), Deiveson Figueiredo finalizou Joseph Benavidez com um mata-leão ainda no primeiro round e conquistou o cinturão peso-mosca do UFC. Agora na posição de campeão, o brasileiro, naturalmente, passa a ser “alvo” de outros lutadores da divisão, que desejam a todo custo tomar o “trono” do paraense. E o primeiro desafio foi lançado por Brandon Moreno, terceiro colocado no ranking, que vem embalado por duas vitórias consecutivas, a última sobre Jussier Formiga, em março deste ano.

Com um cartel de 17 vitórias e cinco derrotas, “The Assassin Baby” não perdeu tempo em se posicionar a respeito do futuro da categoria e, em entrevista ao site MMA Junkie, se colocou como próximo desafiante ao título dos moscas e criticou a intenção de Deiveson em, possivelmente, subir para o peso galo.

“Está claro quem é o próximo (desafiante ao título do peso-mosca), sou eu. Se o Alexandre Pantoja tivesse vencido (o Askar Askarov), teria um ótimo argumento a seu favor. É uma luta clara para seguir a categoria dos moscas. Na coletiva de imprensa depois do evento, Deiveson (Figueiredo) disse coisas idiotas sobre subir para os galos, mas eu rezo para que ninguém o ouça, para que ele fique e defenda seu cinturão”.

O desempenho dominante de Deiveson Figueiredo sobre Joseph Benavidez desde os primeiros segundos de combate impressionou e gerou elogios de fãs e especialistas de MMA. Brandon Moreno, entretanto, minimizou a atuação do “Deus da Guerra”, chamando o paraense de “lento” e justificando o seu domínio.

“Apesar de ter sido dominante e até impressionante (para algumas pessoas), não me senti impressionado. Acho que o (Joseph) Benavidez não estava mentalmente pronto. Já aconteceu comigo, de acordar no dia da luta me sentindo preparado e forte, mas no octógono alguma coisa acontece com a minha cabeça, meus nervos ficam à flor da pele e a cabeça muda. Provavelmente isso aconteceu com Benavidez. Ele não se sentiu 100% pronto no exato momento, por isso Figueiredo pareceu tão dominante. Figueiredo tem potência nas mãos, é muito forte, mas, pessoalmente, é um lutador lento. Sou muito mais rápido, mais explosivo e isso me dará vantagem”, concluiu Brandon, pedindo para enfrentar Deiveson em novembro.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade