Depois de duas derrotas consecutivas, Mike Perry voltou a encontrar o caminho das vitórias no último sábado (27), quando, no co-main event do UFC Vegas 4, teve boa atuação e derrotou Mickey Gall por decisão unânime dos jurados. O resultado positivo, aliado ao seu desempenho, trouxe ânimo ao lutador, que já pensa em um novo desafio na organização – onde luta desde 2016.

Na última terça-feira (30), em entrevista à ESPN americana, Perry foi questionado a respeito de um possível combate diante de Nate Diaz. Sem qualquer cerimônia, o “Platinum” aprovou o duelo de “bad boys”, no entanto, tratou de provocar o compatriota, fazendo uma comparação, inclusive, com seu último oponente.

“Acho que ele é magro, fraco e pequeno, como Mickey Gall. Eu respeito o que ele fez neste esporte, ele joga o jogo de guarda, do Jiu-Jitsu. Ele acha que pode encaixotar com aqueles pequenos socos fracos que ele tem. Ele não tem chance de me bater forte o suficiente”, disse Mike Perry, que ainda completou:

“Eu jogaria na sua guarda. Eu o pegaria na meia guarda e sentaria em cima dele. Seria exatamente da mesma maneira que fiz com o Mickey Gall. Se vocês gostaram dessa luta, provavelmente gostarão da luta contra o Nate Diaz também, porque ele é mais durável. Ele provavelmente tentará ficar lá e lutar comigo”.