Anúncio da realização do Pan de Jiu-Jitsu abre debate por conta da pandemia; Xande Ribeiro e seguidores opinam

Publicado em 29/08/2020 por: Yago Redua
Anúncio da realização do Pan de Jiu-Jitsu abre debate por conta da pandemia; Xande Ribeiro e seguidores opinam Pan de Jiu-Jitsu, que seria disputado em março, vai acontecer em outubro (Foto divulgação IBJJF)

publicidade

> PROJETO SUA OPINIÃO

* A IBJJF anunciou a retomada dos eventos a partir do mês de setembro e a realização do Pan de Jiu-Jitsu para o começo de outubro, entre os 8 e 11, na Flórida (EUA). A competição será o primeiro grande torneio da organização em meio à pandemia do novo coronavírus. A novidade foi bem vista por uma parcela dos atletas, enquanto outros, que estão no Brasil e terão dificuldades financeiras ou de logística para entrar nos Estados Unidos por conta do fechamento das fronteiras devido a crise sanitária, não se animaram.

O fato gerou um “debate quente” nas redes sociais, e a TATAME conversou com Xande Ribeiro, líder da Six Blaydes e multicampeão, que deu sua opinião a respeito. O experiente faixa-preta destacou os prós e contras da retomada, apontando que o ideal seria usar uma nomenclatura diferente nos campeonatos.

Além disso, abrimos espaço para o debate em nosso perfil oficial no Instagram, onde diversos atletas e seguidores comentaram sobre o anúncio do Pan pela IBJJF daqui a menos de 40 dias, nos Estados Unidos.

Confira algumas opiniões dos seguidores da TATAME:

“Acho muito legal que eles consigam fazer o campeonato, para os atletas e a Federação também. Mas, como já falaram aqui, o correto seria que ele não contabilizasse pontos para o ranking, pois é injusto com todos os atletas que não podem no momento entrar no país”. (Cláudia do Val/@claudiadovaljj)

“Infelizmente, muitos atletas, como eu, não estão podendo treinar, viajar e mesmo entrar em outros países. Vejo que não estão dando igual oportunidade a quem luta frequentemente e está no ranking ou simplesmente quer lutar, e aqueles que já estão lá, não vão ter essa dificuldade. Acho precipitado, não achamos a vacina ou mesmo entendemos o mecanismo do vírus”. (Marcelo Dourado/@maktubdourado)

“Acho que deveria ser cada ano em um local nas Américas, desde o Canadá até o Brasil, e dar oportunidade para todos. Se o Pan fosse no Brasil, queria ver tanto gringo se destacando, tem moleque no Norte e no Nordeste muito casca-grossa, mas não tem tanta oportunidade”. (Rodrigão Ferreira/@rodrigao_bjj)

“Seguindo as medidas, sim. Exemplo temos o MMA, que eu acredito que é um esporte com mais riscos e está conseguindo fazer os eventos. Acredito que o Jiu-Jitsu também consiga”. (Benedito Filho/@bpfilho)

“É preciso, aos poucos, retornar com o cenário competitivo mundial da arte suave, mesmo que tenhamos algumas restrições inicialmente por conta da pandemia”. (Rubens Scassiotti/@rubenscassiotti)

* Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade