Após 25 minutos intensos, Frankie Edgar vence Pedro Munhoz na luta principal do UFC Vegas 7; Amanda Lemos triunfa

Publicado em 23/08/2020 por: Yago Redua
Após 25 minutos intensos, Frankie Edgar vence Pedro Munhoz na luta principal do UFC Vegas 7; Amanda Lemos triunfa Edgar estreia com vitória no peso-galo e entra na galeria de atletas que venceram em três divisões (Foto: Reprodução/Twitter/UFC)

publicidade

Depois de ser adiada por três vezes, Pedro Munhoz e Frankie Edgar, enfim, entraram no octógono na noite de sábado (22), em Las Vegas (EUA). O combate fez valer toda a espera e os dois atletas entregaram um show intenso durante os cinco rounds na luta principal do UFC Vegas 7. Na decisão dos jurados, o americano, de 38 anos e ex-campeão dos leves, estreou com vitória no peso-galo e, agora, é o 12º lutador do Ultimate com triunfos em três divisões de peso. Outra brasileira no card, Amanda Lemos saiu com o resultado positivo após embate contra a japonesa Mizuki Inoue no card preliminar.

Apesar de poucos nomes conhecidos e diversos estreantes ou lutadores que estão dando os primeiros passos no UFC, o card foi animado, repleto de nocautes e reviravoltas, como nas vitórias de Trevin Jones, Daniel Rodriguez e Shana Dobson.

Edgar supera Munhoz no main event

O primeiro round foi bastante equilibrado. Pedro Munhoz dominou o centro do octógono, cercou Frankie Edgar e foi aplicando golpes contundentes e low kicks. Já o americano circulou, mostrou agilidade e adotava combinações de golpes. O panorama do segundo assalto seguiu basicamente o mesmo. O paulista se manteve indo para frente, mas o ex-campeão respondia a iniciativa. Para o terceiro round, Munhoz aplicou ataques isolados, enquanto Edgar manteve o contra-ataque em dia. Apesar de três assaltos agitados, os dois atletas continuaram intensos e alternando os ataques. O americano tentou derrubar, mas não teve sucesso.

Para o último round, a intensidade e dinâmica da luta seguiram como se ainda fosse o primeiro round. Os dois atletas mostraram um condicionamento físico impressionante para o duelo. Por decisão dividida, após cinco assaltos, Edgar levou a melhor em sua estreia nos galos. Já Pedro conhece a segunda derrota seguida.

Nocautes e finalização marcam card principal

Mike Rodriguez adotou um estilo implacável no co-main event. O lutador aplicou joelhadas no clinch do Muay Thai e colocou uma potente cotovelada que derrubou Marcin Prachnio. Na sequência, o americano conferiu mais um golpe até o árbitro Jason Herzog interromper. O meio-pesado voltou a vencer após duas lutas sem resultado positivo. Já o polonês fica ameaçado no Ultimate ao conhecer seu terceiro revés seguido. Joe Solecki mostrou qualidade na luta agarrada, pegou as costas de Austin Hubbard, não perdeu a posição e finalizou com um mata-leão ainda no round inicial. O peso-leve, que é oriundo do Contender Series, chega ao segundo triunfo na companhia. Já “Thud” mantém um cartel irregular no UFC.

Shana Dobson foi dominada por Mariya Agapova no primeiro round, mas mudou a postura no segundo assalto, aproveitou a oportunidade quando chegou no ground and pound e conquistou a vitória por nocaute técnico. Após três derrotas, a peso-mosca venceu a primeira no UFC. Já a cazaque conhece o primeiro revés na franquia. Daniel Rodriguez sofreu duros golpes de Dwight Grant e levou um knockdown nos segundos iniciais da luta. Contudo, ainda no primeiro round, o lutador reagiu, acelerou o ritmo e venceu por nocaute. Essa foi a terceira vitória em 2020 do meio-médio no UFC. “The Body Snatcher” vinha com duas triunfos seguidos e volta a ser derrotado. Vale frisar que esse duelo foi casado no começo da tarde de sexta (21). Na pesagem, os adversários dos dois atletas – Calen Born e Takashi Sato – não puderam seguir no card.

View this post on Instagram

Vitória DOMINANTE para @Danger_Dobson no #UFCVegas7!

A post shared by UFC Brasil (@ufc_brasil) on

Amanda supera japonesa e embala

Amanda Lemos adotou a estratégia de manter a distância e trabalhar combinações de golpes. Mizuki Inoue entrou no raio de ação da adversária e buscou trabalhar no clinch, mas foi surpreendida com um forte direto da brasileira e sofreu o knockdown. No segundo assalto, a japonesa voltou a executar o jogo de colar a oponente na grade e tentar a queda. Amandinha se defendeu e aplicou joelhadas do Muay Thai.

Logo na largada para o último round, Inoue encurtou e voltou a pressionar Amanda na grade, que buscou travar a luta. O árbitro até pediu “mais ação” das lutadoras. Quando iam para o centro do cage, a brasileira colocava os melhores golpes, mas não conseguiu controlar a distância e a asiática encurtava e trabalhava o clinch. Por decisão unânime, a paraense conquistou a segunda vitória seguida no UFC e pediu para lutar com um Top-15 dos palhas até dezembro. Já Mizuki Inoue conhece o primeiro revés na companhia.

Destaques do card preliminar 

Jordan Wright aplicou um clinch do Muay Thai que abriu um profundo corte na testa de Ike Villanueva. Com mais alguns golpes sofrido, “Hurricane” sangrou bastante e o árbitro Jason Herzog, para preservar a integridade física do meio-pesado, interrompeu a luta e pediu uma análise médica. A decisão do médico foi de encerrar a disputa e decretar a vitória de Wright por nocaute técnico ainda no primeiro round.

Em luta disputada entre estreantes, Matthew Semelsberger derrotou Carlton Minus por decisão unânime no peso-meio-médio. Após quase ser nocauteado no primeiro round, o estreante Trevin Jones reagiu no segundo assalto e venceu Timur Valiev por nocaute técnico para abrir o card preliminar de forma espetacular. O russo, que também estreou no UFC, reclamou bastante com o árbitro Chris Tognoni sobre a interrupção da luta e até demorou para soltar o adversário. O confronto foi em peso-casado até 63,5kg.

OSP testa positivo para Covid-19

Poucas horas antes do evento começar neste sábado, Ovince St.Preux testou positivo para Covid-19. O meio-pesado iria fazer o co-main event contra Alonzo Menifield. O agente do lutador, Oren Hodak, contou que ele vinha testando positivo e negativo para o novo coronavírus. Então, como medida de segurança, a organização optou por tirar o embate do card e reagendar o duelo para a edição do dia 5 de setembro.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC on ESPN 15
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 22 de agosto de 2020

Card principal
Frankie Edgar derrotou Pedro Munhoz por decisão dividida dos jurados
Mike Rodriguez derrotou Marcin Prachnio por nocaute técnico no 1R
Joe Solecki finalizou Austin Hubbard com um mata-leão no 1R
Shana Dobson derrotou Mariya Agapova por nocaute técnico no 2R
Daniel Rodriguez derrotou Dwight Grant por nocaute no 1R

Card preliminar
Amanda Lemos derrotou Mizuki Inoue decisão unânime dos jurados
Jordan Wright derrotou Ike Villanueva por nocaute técnico (interrupção médica) no 1R
Matthew Semelsberger derrotou Carlton Minus por decisão unânime dos jurados
Trevin Jones derrotou Timur Valiev por nocaute técnico no 2R

 

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade