Após grave acidente, revelação da Chute Boxe SP luta pelo retorno ao MMA; treinador Diego Lima alerta sobre motos

Publicado em 27/08/2020 por: Diogo Santarém
Após grave acidente, revelação da Chute Boxe SP luta pelo retorno ao MMA; treinador Diego Lima alerta sobre motos Gustavo Gabriel ficou 17 dias internado até iniciar processo de recuperação (Foto arquivo pessoal)

publicidade

A vida do atleta Gustavo Gabriel mudou completamente no início deste ano. O alagoano, de 26 anos, possui um cartel de 13 vitórias e uma derrota (ocorrida durante sua participação no Contender Series) no MMA profissional. E além dos muitos desafios que já teve de encarar dentro do cage, agora ele está travando uma árdua batalha para voltar à sua rotina profissional. Em fevereiro, Gustavo sofreu um grave acidente de trânsito e ainda segue buscando sua completa reabilitação.

O lutador da Chute Boxe São Paulo estava em sua moto na mão certa da via, quando um carro não sinalizou, fez uma virada brusca e o atingiu de frente, gerando sérios danos físicos. Apesar da motorista ter disponibilizado seu seguro para reparar os prejuízos materiais, ela em nada ajudou no tratamento médico do jovem atleta, que foi obrigado a passar por diversos procedimentos cirúrgicos.

“Estava indo dar aula, perto do Taboão da Serra (SP), quando parei em um sinal. Assim que ele abriu, eu acelerei, mas fui surpreendido pelo impacto de um carro, que acabou fazendo um movimento brusco sem sinalizar. Por conta disso, acabei sofrendo algumas lesões graves e tive que passar por duas cirurgias na perna direita, um procedimento no joelho, em que sofri um rompimento nos ligamentos, e no ombro, que acabei deslocando. Fiquei 17 dias internado no Hospital das Clínicas. Depois passei pela transição da fisioterapia, alguns dias de cadeira de rodas, depois de muletas, até poder caminhar sem ajuda”, explicou.

O acidente tirou Gustavo dos treinamentos e frustrou seus planos de voltar a lutar no Contender Series e tentar mais uma vez um lugar entre os contratados do UFC. “Tem pouco mais de seis meses do acidente e só agora estou conseguindo voltar aos treinos, mas fazendo o que dá. Mesmo com algumas limitações, tenho treinado Boxe e algumas posições de grappling. Minha expectativa era ter lutado novamente o Contender Series neste mês de agosto, mas acabou que fui muito prejudicado pela irresponsabilidade de uma motorista no trânsito. Muito provavelmente, até o final do ano, não vou ter condições de treinar 100%”.

Mesmo diante de todas as dificuldades, o lutador segue firme em seu propósito de ser um atleta de alto rendimento. Para isso, ele conta com todo apoio de seu mestre Diego Lima e da estrutura da Chute Boxe.

“A gente não pode perder a esperança. Sou um cara que tem o mental muito forte e vou dar a volta por cima. Vocês podem ter certeza que vou me preparar muito para voltar aos cages. Mesmo com todas as dificuldades, vou retornar como um atleta muito mais completo e um homem muito mais maduro. Sou um lutador impetuoso, que busca sempre o nocaute. Dessa vez não vai ser diferente. Agradeço muito por todo o apoio que o meu mestre Diego Lima tem dado, juntamente de todo time da Chute Boxe São Paulo. Somos uma família. Eles jamais me deixaram desanimar ou desistir. Vou voltar mais forte do que nunca”.

Gustavo Gabriel e Diego Lima na Chute Boxe SP

Gustavo Gabriel e Diego Lima na Chute Boxe SP (Foto arquivo pessoal)

Técnico de vários atletas de destaque do MMA mundial, Diego Lima confia em uma rápida recuperação de seu pupilo, mas deixa um alerta importante. Segundo ele, o fato de andar de moto deixa os atletas expostos a lesões que podem tirá-los de compromissos importantes no mundo esportivo ou definitivamente.

“O Gustavo Gabriel é um menino muito talentoso. Ele tava com um luta marcada em Cancún e depois lutaria no Contender Series novamente. Mas acabou sofrendo esse acidente, o que deu uma frustrada nos planos. Mesmo não sendo culpa dele, fica um alerta. Andar de moto é um perigo muito grande para os atletas, porque qualquer acidente mais grave, tira o lutador de atividade por um longo período. Porém, sei que ele vai dar a volta por cima e, logo mais, estará brilhando novamente nos principais eventos”, completou Diego.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade