Com atuação dominante, brasileiro Felipe Lima brilha no BRAVE Combat Federation 39; grego vence a luta principal

Publicado em 17/08/2020 por: Mateus Machado
Com atuação dominante, brasileiro Felipe Lima brilha no BRAVE Combat Federation 39; grego vence a luta principal Brasileiro Felipe Lima teve boa atuação e saiu vencedor no BRAVE CF 39 (Foto divulgação BRAVE Combat Federation)

publicidade

Os dois representantes brasileiros no card do BRAVE CF 39, realizado na noite do último sábado (15), na Suécia – ainda tarde no Brasil -, tiveram resultados bem diferentes. Enquanto o estreante Felipe Lima teve uma atuação dominante e venceu Farbod Irannejad por decisão unânime dos jurados, Rafael Macedo acabou superado depois de sofrer um corte feio na cabeça.

Primeiro brasileiro a entrar no cage montado na capital Estocolmo, o manauara Felipe Lima mostrou enorme superioridade na trocação, e garantiu, inclusive, alguns momentos de destaque, com belas joelhadas voadoras e golpes contundentes diante do iraniano Farbod Irannejad. Após três rounds de domínio, Lima foi declarado vencedor de forma unânime nas papeletas dos jurados.

Já o ex-Bellator Rafael Macedo até conseguiu levar a luta para o chão, onde poderia colocar seu Jiu-Jitsu em prática, mas não deu conta de manter seu adversário Tobias Harila por lá. De volta em pé, Harila caçou o brasileiro pelo cage e abriu um corte feio na cabeça de Rafael, que foi obrigado a jogar a toalha e desistir.

Na luta principal, o peso-meio-médio Tahar “Fast Hands” Hadbi, da França, voltou ao BRAVE após mais de dois anos de ausência e acabou sentindo a falta de ritmo. Hadbi, cuja principal característica é a velocidade, teve dificuldades para se encontrar nos primeiros minutos, mas foi melhorando à medida que o combate foi passando. Porém, acabou sucumbindo à pressão do grego Giannis Bachar, que venceu por unanimidade.

RESULTADOS COMPLETOS:

BRAVE CF 39
Estocolmo, na Suécia
Sábado, 15 de agosto de 2020

Giannis Bachar derrotou Tahar Hadbi por decisão unânime dos jurados
Andreas Gustafsson derrotou Miro Jurkovic por nocaute técnico no 3R
Tobias Harila derrotou Rafael Macedo por nocaute técnico (interrupção médica) no 2R
Felipe Lima derrotou Farbod Irannejad por decisão unânime dos jurados
Sahil Siraj derrotou Davide La Torre por decisão unânime dos jurados

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade