Em evento marcado por finalizações, Rakic derrota Anthony Smith na luta principal do UFC Vegas 8; Polyana volta a vencer

Publicado em 30/08/2020 por: Diogo Santarém
Em evento marcado por finalizações, Rakic derrota Anthony Smith na luta principal do UFC Vegas 8; Polyana volta a vencer Aleksandar Rakic não tomou conhecimento de Anthony Smith na luta principal do UFC Vegas 8 (Foto reprodução Combate)

publicidade

Realizado na noite deste sábado (29), em Las Vegas (EUA), o UFC Fight Night 175 foi dividido em duas partes. Na primeira, quatro lutas e quatro finalizações. Na segunda parte, seis combates decididos pelos jurados, entre eles o triunfo de Aleksandar Rakic sobre Anthony Smith na luta principal após domínio total de Rakic. Quem também dominou foi Neil Magny, responsável por derrotar o ex-campeão Robbie Lawler no co-main event.

Representando o Brasil, apenas a peso-palha Polyana Viana entrou em ação, finalizando Emily Whitmire com uma justa chave de braço. Além de Polyana, Alex Caceres, Sean Brady e Mallory Martin também finalizaram.

Rakic se impõe e vence a luta principal

Como era de se esperar, Aleksandar Rakic começou o embate pela divisão dos meio-pesados apostando nos chutes e foi castigando as pernas de Anthony Smith, que logo com dois minutos sentiu. O americano ainda tentou pegar as costas de Rakic na reta final do assalto, mas não ele conseguiu completar a posição.

No segundo round, Aleksandar levou Smith para o chão e passou cinco minutos trocando golpes no ground and pound com o “Lionheart”. Já na terceira e última parcial, o austríaco acelerou e, sem perder tempo, levou Smith novamente ao solo, dominando o confronto para vencer por decisão unânime. Agora, Rakic tem cinco vitórias em seis lutas no UFC e se aproxima do title shot, enquanto Smith perdeu a segunda consecutiva.

Magny domina Lawler no co-main event

O segundo confronto mais importante da noite foi um verdadeiro passeio de Neil Magny contra Robbie Lawler. Sem tomar conhecimento do ex-campeão, Magny fez o que quis, dominou em pé, na luta agarrada, e no fim foi declarado vencedor por unanimidade com um triplo 30×27 nas papeletas dos juízes.

Com o resultado, Magny chegou a três vitórias seguidas e deve ganhar posições importantes no ranking meio-médio, enquanto Lawler, aos 38 anos, vive péssima fase e acumula quatro reveses consecutivos.

Lamas vence e projeta aposentadoria

Abrindo o card principal, o veterano Ricardo Lamas fez valer toda sua experiência para derrotar o estreante Bill Algeo por decisão unânime dos jurados. Em entrevista no octógono, o peso-pena de 38 anos afirmou que esta provavelmente foi sua última luta no MMA e que vem trabalhando a ideia de se aposentar.

O triunfo veio depois de uma grande atuação de Lamas no terceiro round, que apesar de mais velho, esbanjou vitalidade, terminando o duelo com um brutal ground and pound sobre Algeo. Desde 2011 no UFC, “The Bully” acumulou 20 vitórias e oito derrotas ao longo da sua carreira, além de combates marcantes.

Finalizações agitam o card preliminar

O fã de Jiu-Jitsu que acompanhou o card preliminar do UFC Vegas 8 certamente não se decepcionou. Das seis lutas realizadas, quatro terminaram por finalização, com os destaques de Alex Caceres, Sean Brady, Polyana Viana e Mallory Martin. Nos outros dois combates, triunfos por decisão unânime do estreante Impa Kasanganay sobre Maki Pitolo e do veterano Zak Cummings contra o italiano Alessio di Chirico.

Na luta que abriu o evento, pelo peso palha, Mallory Martin protagonizou uma virada espetacular diante de Hannah Cifers. Após tomar um verdadeiro atraso no primeiro round, Mallory mudou de estratégia no retorno para o segundo assalto e, usando seu jogo de chão, finalizou Cifer com um mata-leão bem ajustado.

Outro que triunfou através da arte suave foi o peso-meio-médio Sean Brady. Ex-campeão do LFA, Brady dominou Christian Aguilera no assalto inicial e, no segundo round, encaixou uma linda guilhotina com apenas um braço. O americano segue invicto no MMA, agora com 13 resultados positivos contabilizados.

Já o peso-pena Alex Caceres precisou de menos de dois minutos para colocar Austin Springer para dormir. Com um início de luta fulminante, Caceres se aproveitou de uma tentativa de queda errada de Springer, pegou as costas do rival e finalizou com um apertado mata-leão, somando sua terceira vitória seguida.

Polyana derrota Whitmire e se recupera

Pressionada após uma série de três derrotas seguidas, a peso-palha Polyana Viana voltou a vencer no Ultimate. Única representante do Brasil no UFC Vegas 8, a paraense não perdeu tempo e, ainda no primeiro round, colocou seu Jiu-Jitsu em prática para finalizar Emily Whitmire com uma justa chave de braço.

Depois da luta, Polyana explicou sua tática, abrindo espaço para a finalização com diversas cotoveladas de baixo pra cima: “As cotoveladas eram parte da estratégia. Se ela não abrisse espaço para a chave de braço, eu ia estourar a cara dela”, disse a atleta da TFT, que agora tem 11 triunfos e quatro derrotas no cartel.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC Fight Night 175
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 29 de agosto de 2020

Card principal 
Aleksandar Rakic derrotou Anthony Smith por decisão unânime dos jurados
Neil Magny derrotou Robbie Lawler por decisão unânime dos jurados
Alexa Grasso derrotou Ji Yeon Kim por decisão unânime dos jurados
Ricardo Lamas derrotou Bill Algeo por decisão unânime dos jurados

Card preliminar 
Impa Kasanganay derrotou Maki Pitolo por decisão unânime dos jurados
Zak Cummings derrotou Alessio di Chirico por decisão unânime dos jurados
Alex Caceres finalizou Austin Springer com um mata-leão no 1R
Sean Brady finalizou Christian Aguilera com uma guilhotina no 2R
Polyana Viana finalizou Emily Whitmire com uma chave de braço no 1R
Mallory Martin finalizou Hannah Cifers com um mata-leão no 2R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade