F2W 149 tem vitória de Gabriel Almeida, título de Luiza Monteiro e finalização em 11s; assista aos destaques aqui

Publicidade

Na última sexta-feira (14), em Dallas, nos Estados Unidos, o Fight to Win realizou sua edição de número 149. Na luta principal da noite, Gabriel Almeida precisou lidar com uma surpresa de última hora. Antes escalado para enfrentar Keenan Cornelius, o lutador viu seu adversário precisar sair do card por conta de uma lesão nas costas e ser substituído por Manuel Ribamar. Até então, Almeida havia enfrentado Ribamar em três oportunidades e ainda não tinha vencido, no entanto, entrou disposto a mudar o retrospecto recente.

Com um jogo agressivo, Gabriel Almeida foi controlando as ações durante o combate e, aos poucos, foi minando o ímpeto de Manuel Ribamar, que entrou no card com poucos dias de antecedência e, mesmo assim, apresentou um jogo sólido. Entretanto, claramente superior no duelo, Almeida saiu com a vitória por decisão unânime dos jurados, para festa da equipe CheckMat.

No co-main event, a multicampeã Luiza Monteiro faturou mais um título para o seu respeitado currículo na arte suave. Diante de Jena Bishop, em luta onde o cinturão peso-pena esteve em disputa, a atleta da Atos teve uma atuação de gala e precisou de pouco mais de dois minutos para finalizar o confronto, após aplicar um justo estrangulamento cruzado, garantindo a cinta da organização americana.

Outro cinturão que esteve em disputa no evento da última sexta foi o do peso-galo sem quimono, onde Edwin “Junny” Ocasio e Lucas Pinheiro mediram forças. O duelo foi bem travado e ficou marcado pelo equilíbrio durante quase todo o tempo que durou. No fim, os juízes decretaram o triunfo de Ocasio por decisão dividida, com o faixa-preta americano se tornando o novo detentor do título da categoria.

A finalização mais rápida da noite foi protagonizada por Max Danrely, que deu um verdadeiro show e precisou de apenas 11 segundos para forçar os três tapinhas do seu adversário, Mauricio Fernandes, ao encaixar um belo armlock. Foi a finalização mais rápida aplicada por um faixa-preta na história do Fight to Win.

 

Ver essa foto no Instagram

 

11 SECONDS ? @f2wbjj

Uma publicação compartilhada por FloGrappling (@flograppling) em

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade