Presidenta do Conselho Nacional de Boxe fala sobre parceria com WBC e projeta 58ª Convenção Anual em meio à pandemia

Publicado em 11/08/2020 por: Diogo Santarém
Presidenta do Conselho Nacional de Boxe fala sobre parceria com WBC e projeta 58ª Convenção Anual em meio à pandemia Geyza – à direita – durante homenagem a Éder Jofre durante a Convenção Anual do ano passado (Foto arquivo pessoal)

publicidade

* Presidenta do Conselho Nacional de Boxe (CNB), Geyza Caryny tem como missão trabalhar em prol da nobre arte no Brasil, representando também a única comissão oficial do WBC (Conselho Mundial de Boxe) – uma das maiores organizações da modalidade do mundo – em território nacional. Com os eventos de luta ainda suspensos por conta da pandemia do novo coronavírus, Geyza e a equipe do WBC atuam na realização da 58ª Convenção Anual da companhia, que pela primeira vez acontecerá online, entre os dias 12 e 15 de agosto.

“A Convenção Anual número 58 do WBC (Conselho Mundial de Boxe) seria realizada em São Petersburgo, na Rússia, mas devido a pandemia, agora será realizada de maneira virtual, mostrando também um tour na cidade da Rússia. Teremos vários campeões mundiais presentes, tudo online, presidentes de várias comissões e representantes de diversos lugares, já o que WBC é representado por 166 países (incluindo o Brasil)”, explicou a presidenta em entrevista à TATAME, que detalhou melhor sua função na CNB.

“Meu papel como presidente é buscar melhorias para o Boxe brasileiro e representar da melhor maneira possível o Brasil com outros países e organizações mundiais. Além disso, apoiar as Federações Estaduais filiadas ao CNB, tentando sempre seguir os passos do nosso fundador: Antonio Bernardo Soares”.

No ano passado, a Convenção Anual do WBC aconteceu em Cancún, México, com a participação de mais de 1.500 pessoas. O grande homenageado foi o brasileiro Éder Jofre – conhecido como “Galo de Ouro” -, tricampeão mundial de Boxe, que recebeu um cinturão especial do presidente do WBC, Mauricio Sulaimán.

“No encontro de 2019 tivemos a presença de várias lendas e campeões mundiais como: Don King, Bob Arum, Julio César Chávez, Oscar De La Hoya, Roberto Duran, Michael Spinks, Carlos Zárate, Vasyl Lomachenko, Oleksandr Usyk, entre outros. Foi um momento muito especial, principalmente pois, depois de muitos anos, termos conseguido esse reconhecimento para o Éder Jofre, uma lenda”, contou Geyza.

Cenário do Boxe brasileiro

Por fim, Geyza Caryny opinou sobre o cenário do Boxe nacional, que recentemente formou nomes como os irmãos Esquiva e Yamaguchi Falcão, Patrick Teixeira, Robson Conceição e muitos outros que despontaram no cenário internacional com títulos e medalhas em eventos importantes, como os Jogos Olímpicos.

“O Boxe brasileiro está em constante evolução. Infelizmente devido ao momento da pandemia, o esporte de uma maneira geral ficou parado. Mas temos um atual campeão mundial, o Patrick Teixeira, que é campeão pela WBO (Organização Mundial De Boxe) na categoria super-meio-médio. Também temos outros brasileiros bem classificados nos rankings. O Brasil está voltando ao cenário internacional”, encerrou

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade