Miocic provoca Francis Ngannou e ‘minimiza’ ida de Jon Jones para os pesados: ‘Encaro qualquer um’

Publicado em 25/08/2020 por: Mateus Machado
Miocic provoca Francis Ngannou e ‘minimiza’ ida de Jon Jones para os pesados: ‘Encaro qualquer um’ Stipe Miocic falou sobre a ida de Jon Jones para os pesados (Foto reprodução YouTube UFC)

publicidade

Atual campeão peso-pesado do Ultimate, Stipe Miocic vem de vitória recente sobre Daniel Cormier no UFC 252, realizado no último dia 15 de agosto e, ao que tudo indica, seu próximo desafiante já está definido. Presidente da organização, Dana White confirmou que Francis Ngannou – embalado por quatro vitórias consecutivas, todas por nocaute – deve enfrentá-lo em um futuro próximo. Vale ressaltar que os dois lutadores já mediram forças em 2018, quando Miocic saiu vencedor por decisão unânime em duelo válido pelo UFC 220.

Mesmo reconhecendo que Francis Ngannou evoluiu consideravelmente desde o primeiro encontro entre eles, que aconteceu há mais de dois anos, Miocic reforçou, em entrevista à ESPN americana, que não dará chances ao camaronês em uma possível revanche – a ser confirmada -, e vai vencê-lo novamente.

“Ngannou, definitivamente, mostrou coisas muito melhores desde a primeira luta. Ele está nocauteando todo mundo no primeiro round. Mas isso não importa. A mesma coisa vai acontecer. O mesmo resultado. Não há nenhuma diferença do que vai acontecer. Vou dominar e ganhar a luta”, projetou Miocic.

Apesar de Francis Ngannou estar praticamente confirmado como seu próximo desafiante, Stipe Miocic precisará voltar as atenções para outro nome na categoria dos pesados. Trata-se de Jon Jones, ex-campeão meio-pesado, que deixou o cinturão da divisão vago e anunciou sua subida para os 120kg. Considerado por Dana White como o melhor peso-pesado da história do UFC, Miocic, em um hipotético confronto contra “Bones”, teria pela frente o melhor meio-pesado da história e um dos maiores de todos os tempos no MMA. Ao ser questionado sobre uma possível disputa entre os melhores das duas divisões mais pesadas do esporte, o americano de origem croata minimizou o peso do confronto e se disse tranquilo.

“Vou lutar com qualquer um. Eu realmente não desafio as pessoas. Seja quem for que eles (UFC) me colocarem na frente, eu vou lutar. Isso é o que eu faço. Se for ele (Jon Jones) ou for o Ngannou, ou quem quer que seja, estou pronto para lutar. Jon Jones possui um ótimo currículo. Mas outros caras trabalharam duro para chegar até aqui. Não sou o matchmaker (responsável por casar as lutas), então não posso dizer nada. Eu luto. Se eu fosse o matchmaker, eu não estaria lutando. Vou fazer o que o UFC decidir”, encerrou.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade