Virna elogia Herrig, mas aponta brecha no jogo de chão da oponente e projeta finalização no UFC 252: ‘É o plano A’

Publicado em 14/08/2020 por: Yago Redua
Virna elogia Herrig, mas aponta brecha no jogo de chão da oponente e projeta finalização no UFC 252: ‘É o plano A’ Virna quer a segunda vitória seguida e mira, na sequência, uma Top 10 dos palhas (Foto: Reprodução/Instagram/@virnajandiroba)

publicidade

*Ex-campeã do Invicta FC, Virna Jandiroba vai para o seu terceiro compromisso dentro do Ultimate no próximo sábado (15). A “Carcará” terá pela frente Felice Herrig no UFC 252, em Las Vegas (EUA), e vai busca da segunda vitória seguida dentro do peso-palha para seguir crescendo na categoria. A brasileira contou à TATAME que seu “plano A” é finalizar a norte-americana – que não luta há quase dois anos e registra duas derrotas seguidas.

“Acho que é uma menina veterana, adaptada ao evento e já foi testada contra meninas duras. Ela tem um bom vigor físico, costuma ir pra frente e é aguerrida. Esses são pontos fortes. Ela tem um chão que dá brecha e lutou com poucas atletas oriundas da luta agarrada, enquanto eu sempre me preparei para enfrentar strikers. Treinei muito a parte em pé, acho que dá para trocar e dá pra fazer o jogo de chão também. É o meu plano A (finalizar), mas pode vir outra coisa também (risos)”, analisou Virna.

Além disso, a baiana comentou sobre como foi manter a forma durante a pandemia do novo coronavírus, o camp com situação adversa e disse que está se adaptando ao Ultimate. “Carcará” estreou no UFC em abril de 2019 e perdeu para Carla Esparza. Na sequência, finalizou Mallory Martin no fim do mesmo ano.

Confira a entrevista na íntegra:

– Como foi lidar com a pandemia

Na verdade, eu acho que fiquei bastante apreensiva (por conta da pandemia), porque é um momento atípico. Tinham meninas com lutas agendadas antes de mim e essas lutas caíram por conta da pandemia. Não era culpa de ninguém e nada mais justo do que elas lutarem antes mesmo. Tentei me manter treinada, mas estava preocupada com a minha saúde e também com os meus familiares. Eu preferi também voltar no momento em que estivesse as coisas mais seguras, como agora tenho visto aqui dentro do UFC.

– Adversidades do camp para esta luta

O meu camp foi muito bom. Estávamos isolados, depois trouxe meu treinador de Muay Thai. Ele ficou morando lá em casa, assim como o meu técnico. Nosso contato com outras pessoas foi mínimo, saíamos mesmo para ir ao mercado. Tivemos que nos adaptar a isso tudo da pandemia. A parte física fiz muito em casa mesmo ou em um campo, para fazer corridas. Mas consegui fazer um bom camp. Tivemos um número menor de pessoas para nos ajudar, mas pegamos pessoas com característica da Felicia e que me ajudaram.

– Herrig vindo de duas derrotas seguidas

Acho que depende dela (pressão pelas derrotas), de como estará a cabeça. Essa série de duas derrotas pode ser um ponto positivo ou negativo, porque ela pode entrar mais motivada também. Espero sempre encontrar a melhor versão da pessoa com quem vou lutar, para ter dificuldades, mas não ter surpresas.

– Análise deste começo de trajetória no UFC

Comecei com derrota, apesar de ser de uma menina experiente, mesmo diante das condições, isso me deixou insegura por um momento. Depois, eu ganhei de uma forma convincente e agora vou pra terceira luta. Estou me adaptando e mais segura do que após a derrota para a Carla (Esparza) na estreia.

CARD COMPLETO:

UFC 252
Las Vegas, Estados Unidos
Sábado, 15 de agosto de 2020

Card principal (23h horário de brasília)
Peso-pesado: Stipe Miocic x Daniel Cormier
Peso-galo: Sean O’Malley x Marlon Vera
Peso-pesado: Junior Cigano x Jairzinho Rozenstruik
Peso-galo: John Dodson x Merab Dvalishvili
Peso-meio-pesado: Magomed Ankalaev x Adversário a ser anunciado

Card preliminar (19h horário de Brasília)
Peso-leve: Jim Miller x Vinc Pichel
Peso-palha: Ashley Yoder x Livinha Souza
Peso-pena: Herbert Burns x Daniel Pineda
Peso-palha: Felice Herrig x Virna Jandiroba
Peso-pena: TJ Brown x Danny Chavez
Peso-pesado: Chris Daukaus x Parker Porter
Peso-pena: Kai Kamaka III x Tony Kelley

*Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade