Cadeiras, bolas infantis, boias de piscina e mais: professor revela criatividade para driblar pandemia e a falta de recursos

Publicado em 03/09/2020 por: Yago Redua
Cadeiras, bolas infantis, boias de piscina e mais: professor revela criatividade para driblar pandemia e a falta de recursos Márcio de Deus tem utilizado a criatividade para aplicar as aulas de Jiu-Jitsu (Foto arquivo pessoal)

publicidade

* As academias no Rio de Janeiro retornaram às atividades há cerca de 50 dias após ficarem quase quatro meses fechadas por conta da pandemia do novo coronavírus. Apesar deste recomeço, as aulas ainda estão distantes do que acontecia antes da crise sanitária. Os professores precisam, sobretudo, de criatividade para o que chamam de “novo normal”.

Dentro da realidade de manter o distanciamento social, a higienização de todo o espaço e a redução do número de alunos por aula, entra em pauta também a questão financeira de cada academia. As escolas de artes marciais que possuem uma fonte de renda maior conseguem encontrar recursos para atenuar este momento. Porém, e quem não tem esse dinheiro para investir, como os projetos sociais, por exemplo?

Faixa-preta da Infight, Márcio de Deus tem uma academia, a TMD House/Infight, que fica localizada na comunidade da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. O professor contou como tem sido essa realidade durante a pandemia: “Minha academia é na favela, não temos muitos recursos financeiros, então, o jeito foi nos adaptarmos, um verdadeiro reinventar… Usamos cadeiras plásticas, bolas infantis, boias de piscina (espaguete), usamos também as próprias faixas e, claro, muita criatividade. Busquei drills, fui estudar mais e desenvolvemos uma metodologia bem bacana. Graças a Deus, com segurança, estamos treinando”, disse Márcio de Deus, que seguiu explicando sobre os métodos adotados para manter a segurança dos alunos.

“Distanciamento e uso de máscara são obrigatórios. Meu time é uma família e converso muito com meus filhotes, explicando a seriedade da pandemia e importância de se cuidar. Criei um torneio de drills, treinos funcionais na praia, plataforma online com diversos cursos gratuitos, tudo para eles terem Jiu-jitsu! Então, além de cumprir os protocolos da academia, estão se cuidando fora da academia”, concluiu o faixa-preta.

O estado do Rio de Janeiro, tem até o momento, quase 230 mil casos e mais de 16 mil mortes por Covid-19, segundo consórcio de veículos de imprensa com dados a partir das secretarias estaduais de saúde.

* Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade