Com GP ‘mais forte que Mundial’, Fepa comenta BJJ Stars 4 e concorrência com BJJBET: ‘Se for ético, todos têm a ganhar’

Publicado em 14/09/2020 por: Yago Redua
Com GP ‘mais forte que Mundial’, Fepa comenta BJJ Stars 4 e concorrência com BJJBET: ‘Se for ético, todos têm a ganhar’ Fepa Lopes é idealizador do BJJ Stars e projetou mais um grande em novembro (Foto: Divulgação/BJJ Stars)

publicidade

* O BJJ Stars prepara mais um grande evento em novembro, no dia 14, com o GP dos médios, valendo R$ 100 mil para o campeão, além de outras seis superlutas. Entre os confrontos confirmados até aqui, estão: Gabi Garcia contra Cláudia do Val, Romulo Barral diante de Serginho Moraes, Victor Hugo e Eric Munis e a disputa entre Thamara Ferreira e Bia Mesquita.

Dos oito nomes do GP, três já são conhecidos: Isaque Bahiense, Gustavo Batista e Jaime Canuto. Os demais serão anunciados em breve pela organização. À TATAME, Fepa Lopes, idealizador do evento, comentou sobre a quarta edição.

“Podem esperar um GP mais forte que qualquer campeonato mundial. Os melhores vão estar presente. Disputando 100 mil reais, imagina que a galera estará presente. Com certeza teremos novidades, uma delas será o estreante na faixa-preta Erich Munis que vai enfrentar o Victor Hugo. Estamos atentando o público feminino, então vem mais lutas por aí. Já divulgamos a luta da Gabi Garcia com a Cláudia do Val. E, se tratando de BJJ Stars, podem esperar um card cinco estrelas”, comentou o faixa-preta Fepa.

A retomada do BJJ Stars em julho durante a pandemia do novo coronavírus não contou com a presença de público. Além disso, por medida de segurança, o local das lutas foi mantido em sigilo. Fepa contou que este novo evento de novembro está sendo montado da mesma maneira, seguindo todas as restrições de prevenção à Covid-19 e o fã poderá acompanhar apenas no pay-per-view. No entanto, o idealizador afirmou que a organização vai acompanhar o processo de flexibilização e a chance de ter torcida presente.

No começo deste mês, o BJJBET realizou a primeira edição e, assim como o BJJ Strars, contou com uma superprodução e um card galáctico. Fepa fez elogios e destacou que essa concorrência é importante para o Jiu-Jitsu: “Eu acompanhei o evento, acho que foi um grande evento que também veio enaltecer o Jiu-Jitsu. Com certeza nós queremos ser o número um, então eles fizeram um mega evento, vamos querer fazer melhor. E eles depois, vão querer fazer algo ainda melhor. O público que ganha com isso. Acredito que dê uma movimentada no cenário, as academias vão aumentar, os patrocinadores vão olhar com mais atenção para o nosso segmento. Acho que se for uma concorrência com ética, todos têm a ganhar”, concluiu.

CARD PROVISÓRIO

BJJ STARS 4

Superlutas

Gabi Garcia x Cláudia do Val
Romulo Barral x Serginho Moraes
Bia Mesquita x Thamara Ferreira
Victor Hugo x Eric Munis

GP dos médios

Isaque Bahiense
Jaime Canuto
Gustavo Batista

*Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade