Ícone do Jiu-Jitsu e Vale-Tudo no Brasil, GM João Alberto Barreto exalta trabalho de Sylvio Behring e projeta o legado: ‘Especial’

Publicado em 15/09/2020 por: Diogo Santarém
Ícone do Jiu-Jitsu e Vale-Tudo no Brasil, GM João Alberto Barreto exalta trabalho de Sylvio Behring e projeta o legado: ‘Especial’ (Foto reprodução TATAME #263)

publicidade

* Uma das grandes referências de Sylvio Behring é o Grande Mestre João Alberto Barreto. Um dos maiores ícones do Jiu-Jitsu e Vale-Tudo no Brasil, o faixa-vermelha tem uma vasta experiência quando o assunto é propagar ensinamentos da modalidade e também na questão da defesa pessoal, uma bandeira muito levantada por Sylvio, e garante sobre o pupilo: “Trabalho especial”.

LEIA A TATAME #263 ONLINE, AQUI

Em entrevista à TATAME para esta edição especial, o GM relembrou seu primeiro contato com Sylvio: “Quando ele era criança, tive a oportunidade de estarmos juntos. Nós temos uma foto, ele com 5 anos, lá na minha academia… A fotografia era ele me dando um golpe, nesse dia também me deu quedas. Era um menino muito inteligente. Eu vi nele um futuro Behring. Ele tinha um pai com grandes qualidades, que é o Grande Mestre Flávio Behring, e os seus irmãos também. Com isso, foi uma oportunidade muito boa de acompanhar a vida desse menino”, destaca João Alberto.

E assim Sylvio teve o privilégio de crescer cercado por grandes nomes do Jiu-Jitsu, que na época, já eram conceituados entre os praticantes de arte suave, como o seu pai, Flávio Behring, e o irmão do GM João Alberto Barreto, o também Grande Mestre Álvaro Barreto.

“O Sylvinho teve a influência do meu irmão, o Grande Mestre Álvaro Barreto, além da influência do Grande Mestre Flávio Behring. Já tive várias vezes com ele discutindo e conversando sobre o Jiu-Jitsu. Ele sempre foi grande fã e seguiu os parâmetros técnicos da eficácia graciana. Ele, com a sensibilidade que tem, teve várias emoções na vida, como a influência sobre o seu irmão Marcelo, que foi um grande campeão no Jiu-Jitsu e Vale-Tudo. Era o representante da família Behring no Vale-Tudo brasileiro e nos deixou muitas saudades, por ter falecido muito cedo. Sentimos muito por isso”.

 

(Foto reprodução TATAME #263)

 

Dando sequência ao trabalho que o formou, Sylvio atualmente é responsável por levar a bandeira do “Sistema Progressivo do Jiu-Jitsu” e ajudar a disseminá-la pelo mundo. O GM João Alberto elogiou a criação do método e deu sua opinião sobre o trabalho realizado pelo pupilo.

“O Sistema Progressivo do Jiu-Jitsu, acho que foi uma percepção e uma leitura de uma realidade técnica fantástica. O Jiu-Jitsu, como uma cultura da defesa pessoal, também envolve o desenvolvimento técnico e segue o caminho da perfeição. O aperfeiçoamento técnico é progressivo e vai melhorando cada vez mais a eficiência dos lutadores. Essa visão foi uma grande abertura para o nosso universo de luta”, analisa.

Sobre o futuro do trabalho de Sylvio com o Jiu-Jitsu e a defesa pessoal, o GM deixou uma mensagem: “Que ele continue com a sua vida de aperfeiçoamento da cultura do Jiu-Jitsu educativo. Ele vem fazendo isso muito bem. Ele, realmente, é uma pessoa muito especial e tem mérito no que faz. Sinto-me honrado dessas palavras não só pela cultura do Jiu-Jitsu, mas também pelo coração que ele tem. Que continue sendo esse homem especial”.

* Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade