Neiman Gracie elogia ‘lenda’ Jon Fitch e projeta duelo no Bellator 246: ‘Luta para ver quem vai melhor no grappling’

Publicado em 02/09/2020 por: Yago Redua
Neiman Gracie elogia ‘lenda’ Jon Fitch e projeta duelo no Bellator 246: ‘Luta para ver quem vai melhor no grappling’ Neiman Gracie vai retornar ao cage no próximo dia 12 contra Jon Fitch (Foto reprodução Instagram @neimangracie)

publicidade

* Neiman Gracie não luta desde junho de 2019, quando perdeu para Rory MacDonald na semifinal do GP dos meio-médios do Bellator e conheceu seu primeiro revés no MMA. Desde então, o faixa-preta de Jiu-Jitsu chegou a ter luta marcada em dezembro contra Kiichi Kunimoto, mas quebrou a mão e precisou deixar o combate. Pouco tempo depois, a pandemia do novo coronavírus paralisou os eventos da franquia e impediu um retorno mais cedo do carioca.

No entanto, no próximo dia 12 de setembro, Neiman retornará ao cage para encarar o experiente Jon Fitch. O confronto, que será na divisão até 77kg, vai ser o co-main event da edição 246. O americano tem seis lutas de invencibilidade, sendo que a última, contra MacDonald, foi um empate – válido também pelo GP dos meio-médios. Em entrevista à TATAME, o brasileiro destacou a importância de encarar uma “lenda”.

“Ele é um dos caras mais duros da categoria (dos meio-médios). Ele já ganhou de quase todo mundo. E apesar da idade (42 anos), ele está em um dos melhores momentos da carreira dele. Acho que vai ser uma guerra e vai ser uma luta para ver quem vai melhor no grappling. Estou muito feliz em lutar com ele, pelo fato dele ser uma lenda do esporte”, destacou Neiman, que tem nove vitórias e apenas um revés no MMA.

Durante a entrevista, o faixa-preta brasileiro também comentou sobre o período sem lutar, os treinos durante a pandemia na Renzo Gracie Academy em Nova York, nos Estados Unidos, e seu foco no título.

View this post on Instagram

Time to work 👊🏼🔥

A post shared by Neiman Gracie (@neimangracie) on

Confira outros trechos da entrevista com Neiman Gracie:

– Período sem lutar por conta de lesão

Foi bem difícil. Eu estava pronto para lutar em dezembro e acabei quebrando a mão uma semana antes da minha luta. E foi uma lesão chata, que demorou quase seis meses para ficar bom. Aí, eu ia lutar em junho e o evento foi cancelado por causa da pandemia. Mas agora, graças a Deus, vou voltar a fazer o que eu amo.

– Treinamento durante a pandemia

Está sendo muito diferente treinar e lutar durante essa pandemia. Mas graças a Deus, o mestre Renzo (Gracie) permitiu que usássemos a academia durante quase todo esse período. Mas, tivemos muita disciplina e vontade de treinar. Tudo tem dado certo e estou em grande forma para essa próxima luta.

– Análise da luta contra o Jon Fitch

Acho que não (Ficth querer evitar o grappling). Ele vai tentar me derrubar e ficar ali por cima amarrando. Mas eu treinei muito para dar o melhor de mim e parar esse jogo dele, tentar capitalizar pontos no chão.

– Foco em disputar o título em seguida

Eu gostaria muito de lutar pelo título logo na seguida (em caso de vitória). Se me derem essa luta (contra o campeão Douglas Lima), vou ficar feliz. Se não, luto mais uma ou duas vezes e vou para o título. Eu espero.

* Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade