Roberto Cyborg finaliza Kaynan e brilha na primeira edição do BJJBET; Preguiça vence após ‘desistência’ de Erberth Santos

Publicado em 07/09/2020 por: Mateus Machado
Roberto Cyborg finaliza Kaynan e brilha na primeira edição do BJJBET; Preguiça vence após ‘desistência’ de Erberth Santos Roberto Cyborg finalizou Kaynan Duarte na luta principal do BJJBET (Foto Dai Bueno / TATAME)

publicidade

Um show de Jiu-Jitsu foi visto na primeira edição do BJJBET, que aconteceu neste domingo (6), em São Paulo. Ao todo, foram sete lutas com quimono e outros quatro duelos No-Gi, além de um combate válido pela categoria “old school” e um confronto sub-23 no evento, que não contou com a presença do público por conta da pandemia da Covid-19. Na luta principal da noite, o experiente Roberto Cyborg teve grande desempenho e finalizou Kaynan Duarte, mantendo sua ótima fase.

Outro duelo bem aguardado pelos fãs da arte suave foi entre Felipe Preguiça e Erberth Santos, que terminou com mais uma vitória do mineiro, após desistência por parte de Erberth. Além disso, destaque para as finalizações de Isaque Bahiense, Marcos Petcho e Gutemberg Pereira sobre Gregor Gracie, Servio Tulio e Rider Zuchi, respectivamente, bem como o confronto entre Leandro Lo e Nicholas Meregali, que apesar de terminar em empate, foi um dos mais empolgantes do card. Vale ressaltar que nas lutas do BJJBET, de acordo com as regras do evento, as vantagens não eram contabilizadas, somente pontos e finalizações, o que reforçou para os empates nas lutas Leandro Lo x Nicholas Meregali e Xande Ribeiro x Vagner Rocha.

Na luta sub-23 que abriu o evento, Mica Galvão teve uma atuação de “gente grande” e, com muita calma e um jogo ajustado, foi construindo a posição até finalizar Felipe Porto com um estrangulamento pelas costas.

Cyborg e Preguiça vencem Kaynan e Erberth

Fazendo a luta principal da primeira edição do BJJBET, Roberto Cyborg iniciou o duelo com seu tradicional estilo ofensivo, mas foi surpreendido por Kaynan Duarte, que atacou as pernas do experiente faixa-preta e buscou a finalização. No entanto, Cyborg fez valer sua experiência e, além de controlar as ações de Kaynan, respondeu com um “bote” na perna, finalizando o atleta da Atos Jiu-Jitsu com uma justa chave de calcanhar.

Outro combate bem aguardado pelos fãs – por causa da rivalidade que os dois têm – ocorreu entre Felipe Preguiça e Erberth Santos. Logo no início da luta, Erberth abriu o placar ao aplicar uma queda, mas viu Preguiça igualar as ações, passar a guarda e conseguir a montada. A partir do momento que Preguiça conseguiu ficar por cima, meio que “esmagando”, Erberth surpreendeu a todos e sinalizou em desistência.

Outros destaques do card principal

Considerado um dos principais faixas-preta da atualidade, Isaque Bahiense teve uma atuação de gala e não deu chances a Gregor Gracie. Isaque chegou a abrir 5 a 0 e já havia tentado finalizar seu adversário em alguns momentos, mas já na metade do embate, conseguiu encaixar a guilhotina que forçou os três tapinhas de Gregor. Leandro Lo e Nicholas Meregali fizeram um dos melhores combates da noite, com ambos muito ativos durante toda a luta. Lo teve bons momentos no duelo e quase chegou a passar a guarda de Nicholas, mas o gaúcho da Alliance mostrou boa defesa e controlou o ímpeto do paulista. Depois de 15 minutos – e 0 a 0 no placar -, já contando com a prorrogação, os árbitros decretaram o empate.

Enfrentando Xande Ribeiro, Vagner Rocha fez muito uso da força e ficou grande parte da luta por cima, enquanto Xande, por baixo, fazia uso de sua guarda, na tentativa de encaixar alguma finalização no pé do seu oponente. No fim, após dez minutos no tempo normal e mais cinco minutos de prorrogação, o embate terminou em empate. O duelo entre Marco Barbosa e Wander Braga, válido pela categoria “old school”, abriu o card principal. Logo no início do combate, Barbosinha abriu 3 a 0 no placar e, com a vantagem bem estabelecida, passou a fazer uso de uma boa estratégia, controlando seu adversário por cima até o fim do duelo, que durou seis minutos, tempo estipulado para o combate entre os experientes faixas-preta.

RESULTADOS COMPLETOS:

BJJBET
São Paulo, Brasil
Domingo, 6 de setembro de 2020

Lutas No-Gi
Robert Cyborg finalizou Kaynan Duarte com uma chave de calcanhar
Isaque Bahiense finalizou Gregor Gracie com uma guilhotina
Xande Ribeiro x Vagner Rocha terminou em empate
Léo Lara derrotou Ítalo Moura por 2 a 0 nos pontos

Lutas de Quimono
Felipe Preguiça derrotou Erberth Santos por desistência
Leandro Lo x Nicholas Meregali terminou em empate
Marcos Petcho finalizou Servio Tulio com um estrangulamento arco e flecha
Gutemberg Pereira finalizou Rider Zuchi com um katagatame
Gabi Pessanha derrotou Yara Soares por 10 a 8 nos pontos
Diego Pato derrotou Alex Sodré por 12 a 10 nos pontos
Meyram Maquine derrotou Fabrício Takaka por 8 a 2 nos pontos

Old School
Marco Barbosa derrotou Wander Braga por 3 a 0 nos pontos

Luta sub-23
Mica Galvão finalizou Felipe Porto com um estrangulamento pelas costas

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade