Sem lutar no UFC desde 2015, Nick Diaz pode retornar em 2021, revela empresário; Darren Till se oferece para combate

Publicado em 08/09/2020 por: Mateus Machado
Sem lutar no UFC desde 2015, Nick Diaz pode retornar em 2021, revela empresário; Darren Till se oferece para combate Nick Diaz não luta desde 2015, mas pode estar próximo do voltar ao UFC (Foto reprodução Instagram @nickdiaz209)

publicidade

Atualmente com 37 anos e sem lutar profissionalmente desde janeiro de 2015, quando enfrentou Anderson Silva no UFC 183, Nick Diaz pode estar próximo de um retorno ao octógono do Ultimate. Quem garante a informação é seu empresário, Kevin Mubenga, que em entrevista à ESPN americana na última segunda-feira (7) revelou que o polêmico lutador está disposto a voltar ao esporte, o que já pode acontecer nos primeiros meses de 2021.

O agente contou que Nick finalizou recentemente uma dieta que durou 14 semanas – o que significa seu primeiro corte de peso em quase quatro anos – e trouxe bons resultados, com o americano pesando, atualmente, entre 75kg e 80kg. Mubenga afirmou ainda que Diaz tem interesse em lutar nos meio-médios.

Lutador profissional desde 2001, Nick Diaz contabiliza um cartel de 26 vitórias e nove derrotas na modalidade. O americano vem de um “No Contest” (luta sem resultado) e duas derrotas, para Georges St-Pierre, em 2013, e Carlos Condit, em 2012. Sua última vitória ocorreu em 2011, por decisão, sobre BJ Penn.

Darren Till se oferece para enfrentar Nick Diaz

Ex-desafiante ao cinturão meio-médio e atualmente lutando entre os médios, Darren Till já se mostrou interessado em “recepcionar” Nick Diaz em seu retorno ao MMA. Ao tomar conhecimento da declaração do empresário do americano, o inglês não perdeu tempo e se ofereceu para enfrentar Diaz, ressaltando que, tirando o atual campeão peso-médio, Israel Adesanya, ele é o nome mais interessante para Nick enfrentar.

“Se Nick Diaz quiser voltar e brigar, quem é a maior estrela e melhor luta para ele, fora o campeão peso-médio? Sou eu, é claro”, escreveu Till, que vem de derrota para Robert Whittaker, em sua conta no Twitter.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade