Wrestling ou Jiu-Jitsu? Especialistas respondem e apontam Wrestling como ‘fiel da balança’ no MMA atual; confira

Publicado em 30/09/2020 por: Yago Redua
Wrestling ou Jiu-Jitsu? Especialistas respondem e apontam Wrestling como ‘fiel da balança’ no MMA atual; confira Daniel Cormier, recém aposentado, foi um dos grandes representantes do Wrestling no MMA (Foto: Reprodução/YouTube/UFC)

publicidade

> PROJETO SUA OPINIÃO

* Desde o princípio do UFC, em 1993, existe o debate sobre qual é a arte marcial mais eficiente no Vale-Tudo/MMA: Wrestling ou Jiu-Jitsu? A TATAME lançou esse questionamento nas redes sociais, observando a evolução do esporte 27 anos após o Ultimate surgir para o mundo através da ideia de Rorion Gracie e da lenda Royce Gracie, que encantou os fãs com sua técnica na arte suave para conquistar o torneio contra representantes de outras modalidades.

Os seguidores responderam através de um post no Instagram e a reportagem também procurou especialistas para uma visão mais técnica. Gilliard Parana, líder da PRVT, opinou sobre o tema. Para ele, se for comparar modalidade por modalidade, o Jiu-Jitsu é mais eficiente. No entanto, olhando a globalização atual do MMA, o Wreslting é o “fiel da balança”.

“Hoje o que eu prego aqui na academia é que todo mundo tem que ser bom em tudo, conhecer tudo. Focar bastante na preparação física, mas temos o fiel da balança que é o Wrestling. Se você não tiver Wrestling, não consegue nem fazer o seu Jiu-Jitsu e nem se defender de um cara bom de Jiu-Jitsu para trocar porrada em pé. Hoje, a importância do Wrestling como modalidade para definir o lugar que a luta vai é maior, desde que você conheça a luta em pé e de chão. Só o Wrestling em si não ganha luta, mas ele é o fiel da balança. Na verdade, só Wrestling por Wrestling, aí eu acho o Jiu-Jitsu mais importante, mas se for falar do cenário atual que todos sabem tudo, aí o Wrestling e essencial mais que as outras modalidades”, comentou.

Treinador da Seleção Brasileira de Wrestling, Daniel Pirata destacou a importância do Jiu-Jitsu, mas acredita, assim como Paraná, que o Wrestling é responsável por definir em qual lugar o atleta quer manter a luta.

“O Jiu-Jitsu é importante também. O nome já diz, MMA, que é a mistura de artes marciais. Na minha concepção, o Wrestling é um divisor de águas e define o lugar que você quer lutar. Se você for bom de chão, coloca o cara para baixo e faz o seu Jiu-Jitsu. Já se você for bom de trocação, precisará defender as quedas do adversário. O Wrestling é o fiel da balança, tanto é que uma boa parte dos campeões do UFC atualmente são oriundos do Wrestling”, analisou Pirata, que também é coordenador da Escola de Lutas do José Aldo.

Confira algumas opiniões dos seguidores da TATAME:

“Wrestling! Pois com o mesmo, o lutador de MMA consegue ditar onde a luta será disputada, no chão ou em pé. E, hoje, não temos nenhum campeão de MMA com base no Jiu-Jitsu. Já o número de Wrestlers campeões é enorme: Daniel Cormier, Jon jones, TJ Dillashaw, Henry Cejudo e Khabib Nurmagomedov. Isso é fato, não minha opinião”, @alemaodowrestling2019.

“Atualmente, o Wrestling favorece mais de acordo com a regra. Mas o Jiu-Jitsu aumenta as chances de vitória por finalização”, @ralizardo.

“São artes que se completam no cage. O Wrestling é usado para o clinch e quedas e é mais eficiente. No chão, o Jiu-Jitsu é imbatível. Minha humilde opinião”, @diogo_jj_judo.

*Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade