Xande Ribeiro destaca o Wrestling de Vagner Rocha, prevê ‘lutão’ no BJJBET e brinca: ‘Tive que aceitar’

Publicado em 02/09/2020 por: Yago Redua
Xande Ribeiro destaca o Wrestling de Vagner Rocha, prevê ‘lutão’ no BJJBET e brinca: ‘Tive que aceitar’ Xande Ribeiro (à esquerda) vai enfrentar Vagner Rocha no BJJBET (Foto reprodução Instagram @xanderibeirojj)

publicidade

* Perto de completar 40 anos, Xande Ribeiro segue desfilando um Jiu-Jitsu de qualidade e motivando os amantes de arte suave. E no próximo domingo (6), pelo BJJBET, o faixa-preta vai encarar o também veterano Vagner Rocha em um dos duelos sem quimono do evento. Em entrevista à TATAME, o líder da Six Blades revelou como recebeu o convite para fazer parte do estrelado card e afirmou que quase declinou a oferta por conta da abertura de sua academia nos Estados Unidos.

“Foi bem bacana (receber o convite do BJJBET), mas eu não estava nem focado em competir, porque eu estou aqui no processo de abertura da minha academia. Aí, o Vagner (Rocha) foi lutar o Fight 2 Win e falou sobre quem gostaria de enfrentar e tal. Como eu era o comentarista do evento, ele falou ‘luto até com aquela lenda ali’, mas foi uma coisa bem natural. Não teve desafio, nem nada. (…) Uns dias depois, o Dória me ligou e perguntou se eu aceitava a luta com ele (Vagner). Eu estava dependendo do processo de abertura da academia para iniciar a construção (que vai ficar em Austin, no estado de Dallas). Falei que não podia aceitar uma luta, porque não estaria focada nela. Aí, atrasou (a liberação para a obra) por causa da Covid-19 e culminou com a luta. Já estava em forma, com vontade de lutar. Não estava com muita inspiração de lutar sem quimono, mas com Vagner é ‘lutão’ e tive que aceitar essa brincadeira (risos)”, comentou.

Xande, que lutará pela primeira vez com Vagner Rocha, fez uma breve análise sobre o oponente: “Eu acho que ele é um dos melhores wrestlers hoje. Eu me lembro dele lutando o ADCC, absoluto, derrubando os caras grandes. É um cara muito experiente, tem luta de Vale-Tudo e é companheiro do (Roberto) Cyborg. Eu vejo a conexão deles, vai ser um desafio bem legal pra mim. Eu vou estar mais leve, estou perdendo peso naturalmente já que o circuito recomeçou, então, vamos estar praticamente no mesmo peso, mas acho que peso não é problema para ele, não”, apontou o lutador, que tem títulos mundias e também do ADCC.

Nesta retomada dos eventos de Jiu-Jitsu, Xande Ribeiro já fez uma superluta contra Gabriel Almeida no F2W, em junho, e levou a melhor. Além disso, tem o compromisso pelo BJJBET e, ainda neste mês de setembro, estará em ação no Austin Open e Oklahoma Open, ambos nos Estados Unidos, que marcam o retorno dos eventos da IBJJF. O experiente faixa-preta, no entanto, não confirmou presença no Pan, em outubro.

“Eu tive machucado durante um bom tempo… E o que está acontecendo, na verdade, é que a minha responsabilidade de vencer foi para zero. Eu faço porque gosto, não é mais a prioridade da minha vida vencer campeonato. Meu objetivo é inspirar a galera e ir atrás de desafios. Eu fico até lisonjeado de a galera achar que eu tenho tanque, porque estou com quase 40 anos e o pessoal quer que eu lute com a garotada de 22 (anos). Por mim, eu saio na mão, mas tem que ser algo planejado. Uma competição, hoje, fica difícil eu encarar um evento de quatro ou cino lutas de adulto, aquela pressão. Estou indo devagar e sabendo que estou em um ritmo de recuperação, entender como o meu corpo funciona. Peguei uma luta com o Gabriel Almeida, casca-grossa, no Fight 2 Win, foram 10 minutos de porrada. Imagina se eu tivesse que lutar de novo? Estava acabado (risos). Pra mim é uma benção, porque a IBJJF está voltando com um evento na minha cidade (Austin). Não podia ficar fora. Já que vieram aqui, tenho que participar do churrasco (risos)”, concluiu.

Assista à entrevista com Xande Ribeiro na íntegra: 

CARD COMPLETO:

BJJBET
São Paulo, Brasil
Domingo, 6 de setembro de 2020
-Adquira seu pay-per-view, AQUI

Lutas No-Gi
Robert Cyborg x Kaynan Duarte
Gregor Gracie x Isaque Bahiense
Xande Ribeiro x Vagner Rocha
Léo Lara x Ítalo Moura

Lutas de Quimono
Erberth Santos x Felipe Preguiça
Leandro Lo x Nicholas Meregali
Marcos Petcho x Servio Tulio
Rider Zuchi x Gutemberg Pereira
Gabi Pessanha x Yara Soares
Diego Pato x Alex Sodré
Meyram Maquine x Fabrício Takaka

Old School
Marcos Barbosa x Wander Braga

Luta sub-21
Mica Galvão x Felipe Porto

* Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade