Anderson Silva confirma que duelo contra Uriah Hall vai marcar sua despedida do MMA: ‘Com certeza, é minha última luta’

Publicado em 21/10/2020 por: Mateus Machado
Anderson Silva confirma que duelo contra Uriah Hall vai marcar sua despedida do MMA: ‘Com certeza, é minha última luta’ Anderson Silva confirmou que luta contra Hall é a última da carreira (Foto reprodução Instagram @spiderandersonsilva)

publicidade

O próximo dia 31 de outubro promete ser de fortes emoções para os fãs de MMA. Isso porque, na data em questão, será realizado o UFC Fight Night 181, onde Anderson Silva vai fazer a última luta de sua carreira – segundo o próprio -, contra Uriah Hall, no main event da edição. Sem atuar desde maio de 2019 e vindo de duas derrotas consecutivas na organização, para Israel Adesanya e Jared Cannonier, o ex-campeão peso-médio confirmou ao site MMA Junkie que o embate vai marcar sua despedida das artes marciais mistas.

“Com certeza, essa é a minha última luta. Eu amo o esporte e preparei a minha mente para isso. Eu me preparei para lutar a vida toda, mas sim, essa é a minha última luta no UFC”, decretou o ex-campeão.

Vale ressaltar que Anderson Silva, até pouco tempo, vinha se mostrando reticente quanto à aposentadoria do MMA. Inicialmente, Dana White, presidente do Ultimate, chegou a afirmar que permitiria que o brasileiro fizesse as duas lutas restantes em seu contrato com a organização, no entanto, mudou de ideia tempos depois, dizendo que estava tentando encontrar uma “luta de despedida” para a lenda do esporte, até que o duelo contra Uriah Hall foi confirmado para este mês. Os dois, inclusive, já tiveram para lutar antes.

Apesar da “resistência” no início, Anderson, ao que tudo indica, está disposto a se aposentar após o confronto do próximo dia 31. Prova disso é que, já em tom de despedida, o “Spider” falou que a preparação será a parte que mais vai sentir falta após a despedida do MMA, afirmando que este é o seu último camp.

“Eu acho que (vou sentir mais saudades) do treinamento. Preparar minha mente e preparar o meu corpo. Isso eu acho que é o mais importante, e eu fico triste por não ter mais isso. Esse é o último”, confirmou.

Atualmente com 45 anos, Anderson Silva construiu um cartel de 34 vitórias e dez derrotas no MMA profissional. Campeão peso-médio do UFC entre 2006 e 2013, o brasileiro, que iniciou sua carreira em 1997, é considerado por muitos fãs e especialistas como um dos maiores de todos os tempos na modalidade.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade