Carlos Boi prevê ‘porrada do início ao fim’ em retorno à ‘ilha da luta’ e troca farpas com Bebezão; saiba

Publicado em 01/10/2020 por: Diogo Santarém
Carlos Boi prevê ‘porrada do início ao fim’ em retorno à ‘ilha da luta’ e troca farpas com Bebezão; saiba Carlos Boi garantiu foco em De Castro, mas não esqueceu de Bebezão (Foto reprodução Instagram @cfcabralboi)

publicidade

* Depois de conhecer sua primeira derrota no MMA, em julho passado, quando estreou no UFC, Carlos Felipe Boi está pronto para retornar ao octógono. No próximo sábado (3), o peso-pesado brasileiro vai entrar em ação na segunda temporada “ilha da luta”, em Abu Dhabi (EAU), quando terá pela frente o casca-grossa Yorgan De Castro no card do UFC on ESPN 16.

Animado com a oportunidade, Carlos Boi – dono de um cartel com oito vitórias e uma derrota – conversou com a TATAME e, além de analisar seus erros no último revés, para Sergey Spivak, por decisão majoritária dos jurados, destacou um camp “mil vezes melhor” para o desafio diante do cubano Yorgan.

“Apesar de o resultado não ter vindo, avalio minha estreia como boa. Acho que meu desempenho foi bom, o pessoal elogiou, inclusive a galera da ‘ilha da luta’. Meio que senti meu dever cumprido, apesar do revés. Não concordei com o resultado final, mas é uma coisa que está fora do meu alcance. Se a luta vai para as mãos dos jurados, não podemos reclamar. Serviu de lição e não cometerei o mesmo erro. Acredito que faltou um pouco mais de agressividade no combate contra o Spivak”, opinou o peso-pesado, que completou:

“Com certeza esse camp está mil vezes melhor que o outro, mil vezes mais completo. As academias já abriram, estão mais acessíveis, então está tudo ótimo. O último camp teve muita perturbação… Duas semanas antes de viajar tive Covid-19, precisei treinar sozinho na varanda de casa, e agora está tudo bem”.

Assim como Carlos Boi, seu adversário, Yorgan De Castro, também perdeu pela primeira vez no MMA profissional em sua última apresentação, em maio passado, quando acabou superado por Greg Hardy. Com ambos em busca de recuperação, o brasileiro projetou um duelo em pé, pautado na trocação.

“Ele (De Castro) é um striker nato, muito rápido para o peso pesado, mais ou menos que nem eu. Inclusive temos a mesma altura, algumas características parecidas, mas ele joga muito no contragolpe, espera o adversário atacar para agir, e eu achei algumas brechas para explorar na luta. Acho que vai ser uma luta muito boa para os fãs assistirem, porrada do início ao fim”, disse o baiano natural de Feira de Santana.

Por fim, o baiano de 25 anos comentou sobre o seu desentendimento com o compatriota Raphael Bebezão, a quem inclusive ele já desafiou para um confronto no peso pesado do UFC. Segundo Boi, o processo de troca de equipe por parte de Bebezão causou mal estar, e agora ele quer resolver as diferenças.

“Acredito que ainda não virou uma rivalidade entre a gente porque o Bebezão tem medo. Rivalidade é quando os dois não se gostam, mas quando um odeia o outro, e o outro tem medo, não é uma rivalidade. E ele é muito mentiroso, inventa as coisas para tentar justificar as atitudes dele, mas no momento eu estou focado no Yorgan De Castro. Depois, quem sabe, ele toma coragem e aceita lutar comigo”, encerrou.

CARD COMPLETO:

UFC on ESPN 16
Ilha da luta, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 3 de outubro de 2020

Card principal (23h30, horário de Brasília)
Peso-galo: Holly Holm x Irene Aldana
Peso-pesado: Yorgan de Castro x Carlos Boi
Peso-galo: Germaine de Randamie x Julianna Peña
Peso-galo: Kyler Phillips x Cameron Else
Peso-médio: Dusko Todorovic x Dequan Townsend

Card preliminar (20h30, horário de Brasília)
Peso-meio-médio: Carlos Condit x Court McGee
Peso-pena: Charles Jourdain x Joshua Culibao
Peso-médio: Jordan Williams x Nassourdine Imavov
Peso-palha: Loma Lookboonmee x Jinh Yu Frey
Peso-galo: Casey Kenney x Heili Alateng
Peso-leve: Luigi Vendramini x Jessin Ayari

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade