Dudu Escobar exalta parceria ‘dentro e fora dos tatames’ com Sylvio Behring: ‘Eu me sinto honrado em poder trabalhar com ele’

Publicado em 08/10/2020 por: Diogo Santarém
Dudu Escobar exalta parceria ‘dentro e fora dos tatames’ com Sylvio Behring: ‘Eu me sinto honrado em poder trabalhar com ele’ (Foto reprodução TATAME #263)

publicidade

* Formado em Design, Eduardo Escobar também é faixa-marrom e hoje atua diretamente com Sylvio Behring. Ele trabalha com as áreas de comunicação, marketing e administração na SBA – liderado por Adriana Menezes -, além de ser instrutor da Escola de Jiu-Jitsu de Florianópolis, em Santa Catarina. Uma parceria que teve começo no tatame, expandiu e virou trabalho.

LEIA A TATAME #263 ONLINE, AQUI

Aos 39 anos, Eduardo Escobar conheceu a arte suave em 2011, através de um amigo, e desde então começou a desenvolver sua relação com o esporte. No início era um simples praticante, porém, com o passar dos anos, sua paixão e interesse profissional foram crescendo.

“Comecei a treinar Jiu-Jitsu através do professor Igor Domingues, que sempre foi um grande amigo. Na época ele era faixa-azul e me dava aula ‘escondido’ do seu professor (Márcio Corleta) na casa dele, em um tatame que era feito por seis placas de palha com lona. Treinei alguns meses com ele e depois o Igor me convidou para treinar junto com o Alexandre Fortis, na famosa ‘Garagem do Fortinho’, no Centro de Porto Alegre. Fiquei lá um período mas, por conta do trabalho, acabei parando”, lembra Dudu, prosseguindo.

“Depois de um bom tempo decidi voltar a treinar, retomar uma vida mais saudável, novamente com o Igor. Foi então que conheci o Sylvio. O mestre estava em Porto Alegre para um seminário e naquele momento me disponibilizei a ajudar, fazendo o certificado de participação dos alunos. No ano seguinte, eu fui convidado pelo professor Igor para fazer parte do novo projeto dele, a Escola de Jiu-Jitsu. Naquela época, o único professor no Sul filiado ao Sylvio era o Rafael Azambuja, e nos juntamos ao grupo, assim como o Alexandre Fortis, que também voltou à direção do mestre”.

Em 2012, Igor e Eduardo abriram a Escola de Jiu-Jitsu. Enquanto Igor cuidava dos assuntos dentro do tatame, Dudu, na época ainda faixa-branca, era o responsável pelo que acontecia na parte de fora. Sempre disposto a ajudar, seja com graduações, traslado e hospedagem do mestre, organização financeira e comunicação, ele foi construindo uma relação de confiança com Sylvio.

“Sempre busquei contribuir ao máximo fora do tatame, para quem sabe retribuir um pouco do que recebia do Jiu-Jitsu dentro do tatame. Gostava muito de contribuir, pois via que o coletivo era beneficiado por alguns gestos simples e que estavam ao meu alcance. Certa vez, o mestre estava nos EUA com o também mestre Rickson Gracie, sendo prestigiado como ‘Commissioner’ da JJGF, e me pediu que criasse o logotipo da Sylvio Behring Association. No dia seguinte enviei pra ele e assim surgia, formalmente, a SBA”, conta Eduardo.

Atualmente morando em Florianópolis (SC), o faixa-marrom, além de responsável por introduzir o Sistema Progressivo de Jiu-Jitsu na capital catarinense, foi contratado no início deste ano pelo mestre Sylvio Behring para integrar a equipe de comunicação, marketing e administração da SBA, capitaneada por Adriana Menezes. Dudu, por sinal, foi só elogios aos dois, projetando um futuro de sucesso para o projeto.

“A Adriana é uma pessoa fantástica, talentosa em tudo o que se propõe a fazer, muito dedicada e sempre em busca da excelência. Fazemos reuniões diariamente e o trabalho sempre flui muito bem, temos uma grande sinergia. Costumo dizer que é uma das melhores equipes de trabalho que já integrei, tanto a Adriana quanto o mestre Sylvio são pessoas de alta capacidade que tornam todo o processo de trabalho mais fácil. Sobre o mestre, sou suspeito para falar, pois além da relação como aluno e profissional, me sinto muito honrado em dizer que hoje sou amigo dele, já o recebi em minha casa, já surfamos juntos e passamos poucas e boas ao longo desses anos”, afirma Dudu, antes de encerrar.

“Estamos comprometidos em organizar e estruturar uma base empresarial, buscar o profissionalismo na gestão dos recursos, ajudar a desenvolver e evidenciar todo o potencial dos afiliados, para que todas as pessoas ligadas hoje à SBA e gerações futuras possam desfrutar e dar continuidade ao legado, e que possamos, todos juntos, impactar e transformar positivamente o maior número de pessoas com o Jiu-Jitsu”.

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade