Em evento marcado por grandes lutas, Khabib finaliza Justin Gaethje no UFC 254 e anuncia aposentadoria do MMA

Publicado em 24/10/2020 por: Diogo Santarém
Em evento marcado por grandes lutas, Khabib finaliza Justin Gaethje no UFC 254 e anuncia aposentadoria do MMA Khabib agora é o número um no peso-por-peso do UFC (Foto reprodução YouTube UFC)

publicidade

Toda expectativa criada em torno do UFC 254 foi correspondida. O evento realizado neste sábado (24), na “ilha da luta”, em Abu Dhabi (EAU), contou com ótimos combates e um momento especial após a disputa de cinturão peso-leve entre Khabib Nurmagomedov e Justin Gaethje, que terminou com vitória do russo e um anúncio de aposentadoria – para a surpresa de muitos. Khabib disse, ainda no octógono, que não poderia mais voltar ao cage sem seu pai, que morreu em julho vítima de complicações da Covid-19. Abdulmanap, além de pai, era treinador, mentor e ídolo do campeão.

No co-main event, Robert Whittaker bateu Jared Cannonnier por decisão unânime em sólida atuação e se recoloca na rota do cinturão peso-médio. Já Alex Cowboy, único brasileiro em ação, acabou finalizado.

Khabib finaliza Gaethje e se aposenta

No seu retorno ao octógono desde o falecimento do pai, Abdulmanap Nurmagomedov, em julho, por complicações em decorrência do novo coronavírus, Khabib Nurmagomedov mostrou que segue afiado. O russo impôs seu jogo diante de Justin Gaethje desde o início do confronto, deixando o americano visivelmente cansado já no primeiro round. No segundo assalto, não teve jeito. Khabib conseguiu a queda, foi pra montada e atacou no triângulo, anotando uma linda finalização na disputa pelo cinturão peso-leve.

Bastante emocionado em entrevista após a luta, o russo, aos 32 anos, anunciou sua aposentadoria do MMA, alegando que não sente mais motivação para competir depois da morte do pai. “The Eagle” deixa o esporte invicto e com incríveis 29 vitórias no cartel. Certamente um dos maiores lutadores de todos os tempos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

MUITA EMOÇÃO! Essa foi a reação do campeão @Khabib_Nurmagomedov logo depois de vencer no #UFC254

Uma publicação compartilhada por UFC Brasil (@ufc_brasil) em

Whittaker bate Cannonnier e mira título

Depois de um curto período de estudo, Jared Cannonnier e Robert Whittaker começaram a mostrar seus respectivos arsenais de golpes no co-main event do UFC 254. Enquanto o americano apostava nos chutes, Whittaker – ex-campeão peso-médio – respondia com jabs de esquerda, mostrando uma leve superioridade.

No terceiro e último assalto, uma canelada na cabeça desmontou Cannonnier, e Whittaker foi com tudo pra cima para definir a luta. O neozelandês conseguiu a montada, passou para as costas e quase encaixou o mata-leão, mas o “Killa Gorilla” resistiu. No fim, os jurados deram vitória por decisão unânime para Robert Whittaker, que com dois resultados positivos seguidos, se coloca – provavelmente – como próximo desafiante de Israel Adesanya, atual campeão e justamente para quem “The Reaper” perdeu o título.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Que lutão, hein!? O @RobWhittakerMMA venceu Jared Cannonier por decisão dos juízes #UFC254

Uma publicação compartilhada por UFC Brasil (@ufc_brasil) em

Card principal tem grandes lutas em Abu Dhabi

Nos quatro combates que abriram o card principal na “ilha da luta”, quatro triunfos através da via rápida. O grande destaque, porém, ficou para Phil Hawes. Estreando no Ultimate, o peso-médio americano – contratado recentemente pelo Contender Series – precisou de apenas 18 segundos para literalmente atropelar Jacob Malkoun com uma forte combinação em pé. Já na revanche entre Magomed Ankalaev e Ion Cutelaba, novo triunfo do meio-pesado russo, desta vez sem deixar dúvidas. Depois de acertar um contragolpe, coube a Ankalaev apenas completar o trabalho no ground and pound até a interrupção.

Pelo peso mosca feminino, Lauren Murphy confirmou seu favoritismo finalizando Liliya Shakirova com um mata-leão. Agora com quatro vitórias seguidas, a americana se aproxima de uma disputa de título na categoria. Por fim, no duelo que antecedeu os principais do evento, Alexander Volkov comemorou seu aniversário – ele fez 32 anos neste sábado – em grande estilo ao vencer Walt Harris por nocaute técnico.

 

Ver essa foto no Instagram

 

1️⃣8️⃣ segundos! Foi tudo que o @PhillipHawes precisou para nocautear #UFC254

Uma publicação compartilhada por UFC Brasil (@ufc_brasil) em

Alex Cowboy é finalizado por estreante

Logo no início da luta, válida pela divisão dos meio-médios, Alex Cowboy tomou um susto com um cruzado conectado pelo cazaque Shavkat Rakhmonov, mas resistiu bem. Na sequência do primeiro round, o duelo esfriou, com os dois atletas medindo força na grade em busca da queda. E foi justamente em uma tentativa de queda que o “Cowboy” – único brasileiro presente no evento – deixou o pescoço exposto e Rakhmonov, vendo a oportunidade da guilhotina, não perdoou. Foi a 13ª vitória do cazaque, que fez sua estreia no UFC e segue invicto no MMA. Já Alex Cowboy voltou a perder após engatar duas vitórias seguidas em 2020.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Não deu para o brasileiro! @Shavkatrakhmonov94 finalizou Alex Cowboy no primeiro round #UFC254

Uma publicação compartilhada por UFC Brasil (@ufc_brasil) em


Alvarez e Tuivasa brilham no card preliminar

O UFC 254 começou a “mil por hora”, com uma rápida vitória por finalização de Joel Alvarez contra Alexander Yakovlev. Na especialidade da casa, o peso-leve espanhol não perdeu tempo e, com uma justa chave de braço, despachou Yakovlev para somar seu 18º triunfo no MMA profissional, o 16º por finalização.

Em seguida, foi a vez de Miranda Maverick, através de uma cotovelada certeira, superar Liana Jojua por nocaute técnico (interrupção médica) no primeiro round. Com um corte profundo no nariz, Jojua foi impedida pelos médicos de retornar ao octógono. Também no primeiro assalto, Tai Tuivasa derrotou Stefan Struve, em combate pelo peso pesado. Depois de encurralar o “gigante” Struve (2,13m de altura) na grade, Tuivasa encaixou uma forte sequência e um uppercut certeiro para voltar a vencer após três derrotas.

Completando os destaques do card preliminar, Casey Kenney e Nathaniel Wood fizeram um animado confronto em peso casado, que terminou com o triunfo de Kenney por decisão unânime dos jurados. Os dois lutadores deram tudo de si, mas sempre um passo à frente, Kenney mereceu o resultado positivo.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 254
Ilha da Luta, Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 24 de outubro de 2020

Card principal
Khabib Nurmagomedov finalizou Justin Gaethje com um triângulo no 2R
Robert Whittaker derrotou Jared Cannonnier por decisão unânime dos jurados
Alexander Volkov derrotou Walt Harris por nocaute técnico no 2R
Phil Hawes derrotou Jacob Malkoun por nocaute no 1R
Lauren Murphy finalizou Liliya Shakirova com um mata-leão no 2R
Magomed Ankalaev derrotou Ion Cutelaba por nocaute no 1R

Card preliminar 
Tai Tuivasa derrotou Stefan Struve por nocaute no 1R
Casey Kenney derrotou Nathaniel Wood por decisão unânime dos jurados
Shavkat Rakhmonov finalizou Alex Cowboy com uma guilhotina no 1R
Sam Alvey e Da Un Jung empataram após decisão dividida dos jurados
Miranda Maverick derrotou Liana Jojua por nocaute técnico (interrupção médica) no 1R
Joel Alvarez finalizou Alexander Yakovlev com uma chave de braço no 1R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade