Holm prega calma quanto ao título do UFC e não descarta revanche com De Randamie: ‘É uma opção’

Publicado em 04/10/2020 por: Mateus Machado
Holm prega calma quanto ao título do UFC e não descarta revanche com De Randamie: ‘É uma opção’ Holly Holm emplacou sua segunda vitória consecutiva no Ultimate (Foto reprodução YouTube UFC)

publicidade

Fazendo a luta principal do UFC on ESPN 16, no último sábado (3), em Abu Dhabi, Holly Holm teve uma atuação dominante e estratégica diante de Irene Aldana, derrotando a mexicana por decisão unânime dos jurados. A ex-campeã peso-galo conquistou sua segunda vitória consecutiva e, mais uma vez, se aproxima de uma disputa de título na categoria, que tem Amanda Nunes como atual campeã. Segunda colocada no ranking até 61kg, a americana, apesar do bom resultado, adotou um tom de cautela sobre lutar pelo cinturão já em seu próximo combate.

Em entrevista aos jornalistas após o evento, Holm ressaltou que a divisão dos galos possui outros bons nomes e que Amanda tem “muito trabalho” pela frente, tendo em vista que a brasileira também é campeã peso-pena e defenderá seu título nos 66kg em dezembro, contra Megan Anderson, no UFC 256.

“Vou continuar trabalhando duro. Eu sei (que a Amanda Nunes) tem muito trabalho agora, já está com outra luta marcada. Há algumas garotas muito boas e difíceis chegando (na categoria peso galo). Eu sinto que a divisão dos galos está sempre muito cheia, então não vou me concentrar em algo muito difícil. Vou deixar a oportunidade (do cinturão) vir e pensar luta após luta. E seja o que for, vou colocar meu coração e minha alma nisso, buscar os meus objetivos”, disse a experiente lutadora, atualmente com 39 anos.

Se o Ultimate não colocar Holly Holm para disputar o cinturão peso-galo contra Amanda Nunes na próxima luta, uma outra opção para “The Preacher’s Daughter” seria uma revanche contra Germaine de Randamie. A holandesa, atual número 1 dos galos, atrás somente da brasileira, também entrou em ação no UFC on ESPN 16 e finalizou Julianna Peña com uma justa guilhotina. As duas atletas, vale ressaltar, já se enfrentaram em 2017, quando disputaram o título inaugural peso-pena no UFC 208. Na ocasião, em combate de cinco rounds, De Randamie saiu com o triunfo por decisão unânime. Questionada se uma revanche contra Germaine, agora na categoria até 61kg, estaria em seus planos, Holm não descartou essa possibilidade.

“Essa é, definitivamente, uma opção. Acho que todos provavelmente pensam que ela e eu podemos nos encontrar de novo, então veremos o que acontece. Veremos para onde (a categoria peso-galo) vai agora”.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC on ESPN 16
Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 3 de outubro de 2020

Card principal
Holly Holm derrotou Irene Aldana por decisão unânime dos jurados
Carlos Boi derrotou Yorgan de Castro por decisão unânime dos jurados
Germaine de Randamie finalizou Julianna Peña com uma guilhotina no 3R
Kyler Phillips derrotou Cameron Else por nocaute técnico no 2R
Dusko Todorovic derrotou Dequan Townsend por nocaute técnico no 2R

Card preliminar
Carlos Condit derrotou Court McGee por decisão unânime dos jurados
Charles Jourdain x Joshua Culibao terminou em empate dividido
Nassourdine Imavov derrotou Jordan Williams por decisão unânime dos jurados
Loma Lookboonmee derrotou Jinh Yu Frey por decisão unânime dos jurados
Casey Kenney derrotou Heili Alateng por decisão unânime dos jurados
Luigi Vendramini derrotou Jessin Ayari por nocaute no 1R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade