Markus Maluko comenta troca de rival antes do UFC Fight Night e ressalta vontade de entrar em ação: ‘Luto até 2×1’

Publicado em 10/10/2020 por: Diogo Santarém
Markus Maluko comenta troca de rival antes do UFC Fight Night e ressalta vontade de entrar em ação: ‘Luto até 2×1’ Markus Maluko destacou que está ‘louco’ para entrar em ação no UFC (Foto reprodução Instagram @markaomaluko)

publicidade

* Um dos cinco brasileiros presentes no UFC Fight Night 179, que acontece neste sábado (10), na “ilha da luta”, em Abu Dhabi (EAU), Markus Maluko teve seu adversário trocado poucos dias antes do evento. Antes escalado para encarar o compatriota Rodolfo Vieira, Maluko viu o faixa-preta se lesionar e, agora, vai ter o sul-africano Dricus du Plessis pela frente.

A notícia pegou Maluko de surpresa, porém, não desanimou o lutador da American Top Team. Em entrevista à TATAME, o peso-médio ressaltou a oportunidade que teria diante de Rodolfo – multicampeão de Jiu-Jitsu -, mas lembrou que o mais importante é seguir em ação. E analisou o sul-africano.

“Eu recebi (a notícia) exatamente dessa forma: eu queria ele (Rodolfo Vieira), não teve mais como, ai mandei uma mensagem para o UFC, perguntaram se eu queria lutar com alguém, falei o Khamzat Chimaev, mas ele não aceitou, correu. Então, falaram que tinham esse cara (du Plessis), um estreante. Me ofereceram ele, e lógico, aceitei, eu luto com qualquer um”, disse Markus, que continuou:

“Ele é um cara completo, mas foca um pouco mais na parte de strike, de pernas, gosta de chutar bastante, e na parte de chão, gosta de pegar umas posições específicas, tipo a guilhotina. Ele não é um cara que tem um Jiu-Jitsu bom, já vi algumas lutas dele, e as posições não eram boas, tinham só umas posições especificas. Na parte em pé ele toca você bastante, deixa a luta fluir, é um cara que toca, movimenta, e eu gosto disso”.

Ainda de acordo com o brasileiro, por conta da mudança de adversário, sua estratégia para a luta também sofreu alterações. “Eu vou fazer isso, deixar a luta começar e sentir. A gente traça estratégia em equipe, mas chega na hora, você olha para o cara, começa a pancadaria, você toma o primeiro soco e quer devolver”.

Sobre o desafio feito para Khamzat Chimaev, nova sensação do UFC, o brasileiro elogiou o bom momento do lutador naturalizado sueco, que vem de três vitórias dominantes na organização e segue invicto no MMA, com nove triunfos, mas lembrou que ele não está nem no Top 15 do ranking peso-médio (veja).

“Na verdade, ele está vindo bem, é duro, fez três boas lutas, perdeu peso bem, tudo direitinho, mas falou que ia chutar todo mundo da divisão, que lutava semana sim, semana não, e ainda não enfrentou nenhum cara de nome, ranqueado. Bateu em três caras pouco conhecidos e já está desafiando Israel Adesanya, Conor McGregor… Ele (Chimaev) tem que entender que nem ranqueado está, não tem essa de escolher luta. Eu mandei mensagem para o UFC pedindo a luta, eles aceitaram, mas o Chimaev não quis”, contou.

Por fim, Markus Maluko ressaltou que apesar de todas as mudanças e do pedido não atendido para enfrentar Chimaev, o principal é continuar escalado para o evento. E fez jus ao seu apelido explicando.

“Eu luto com qualquer um que o UFC colocar, não quero atalho, não vou ficar escolhendo esse ou aquele, pra mim não existe isso. Eu luto até dois contra um, não estou nem ai (risos). Inclusive, teve uma época que eu ia lutar um evento 2×2 no Brasil, estava até treinando, animado com a oportunidade, mas apareceu uma oferta melhor e acabei não lutando. Pra mim, o importante é a guerra”, encerrou o peso-médio da ATT.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 179
Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 10 de outubro de 2020

Card principal (21h, horário de Brasília)
Peso-galo: Marlon Moraes x Cory Sandhagen
Peso-pena: Edson Barboza x Makwan Amirkhani
Peso-pesado: Ben Rothwell x Marcin Tybura
Peso-médio: Markus Maluko x Dricus du Plessis
Peso-pesado: Tom Aspinall x Alan Baudot
Peso-pena: Youssef Zalal x Ilia Topuria

Card preliminar (18h, horário de Brasília)
Peso-médio: Tom Breese x KB Bhullar
Peso-pesado: Chris Daukaus x Rodrigo Zé Colmeia
Peso-médio: Impa Kasanganay x Joaquin Buckley
Peso-galo: Ali Alqaisi x Tony Kelley
Peso-pena: Giga Chikadze x Omar Morales
Peso-galo: Tracy Cortez x Stephanie Egger
Peso-mosca: Bruno Bulldoguinho x Tagir Ulanbekov

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade