Português Pedro Carvalho comenta disputa de cinturão com Patrício Pitbull no Bellator 252 e vê Europa ‘em alta’ no MMA

Publicado em 22/10/2020 por: Diogo Santarém
Português Pedro Carvalho comenta disputa de cinturão com Patrício Pitbull no Bellator 252 e vê Europa ‘em alta’ no MMA Pedro Carvalho vive grande fase e quer alavancar o nome de Portugal nas artes marciais mistas (Foto Bellator MMA)

publicidade

* Aos 25 anos, o português Pedro Carvalho se prepara para realizar a maior luta da sua carreira até agora no próximo dia 12 de novembro, quando terá pela frente o brasileiro Patrício Pitbull no duelo principal do Bellator 252, nos Estados Unidos, em disputa pelo cinturão peso-pena da organização. Em entrevista exclusiva à TATAME, o representante da SBG (Straight Blast Gym) – mesma equipe do astro Conor McGregor, na Irlanda – falou sobre sua expectativa para enfrentar o Pitbull, que também é campeão dos leves.

“Minha expectativa para a luta contra o Patrício é a mesma de qualquer outra luta. Estou aqui para mostrar que sou o melhor do mundo, então não me interessa quem está do outro lado. Enfrento qualquer um… Quero cravar o meu nome na história do esporte, construir um legado, e no dia 12 de novembro vou começar derrotando o Patrício”, projetou o lutador, que vem de seis triunfos seguidos (quatro no Bellator).

Natural da cidade de Guimarães, Pedro começou a treinar aos 13 anos de idade, e diferente da maioria dos lutadores, já com foco no MMA. No início, rodou por eventos menores no seu país – onde encontrar as melhores probabilidades de Portugal e Alemanha – até ganhar espaço na Europa e, em 2018, chegar ao Bellator. Atualmente com um cartel profissional de 13 vitórias e três derrotas, o português opinou sobre o cenário do MMA no “Velho Continente”, destacando o surgimento de cada vez mais bons atletas.

“O MMA na Europa está em alta. Hoje existem muitas equipes/ginásios grandes, atletas de renome, no topo dos rankings do Bellator e UFC, então sem dúvida o nível na Europa está cada vez melhor. Em Portugal (o crescimento) caminha um pouco mais devagar, principalmente porque nunca teve uma grande figura, um campeão, alguém que faça barulho no país, e eu espero contribuir para isso sendo campeão do mundo no Bellator”, disse o peso-pena, completando sobre os fãs do esporte no país.

“Fãs são fãs, não é um caso de nacionalidade. Em todo o mundo os fãs são iguais, cada um tem o seu favorito, apoia quem gosta mais, mas de maneira geral querem ver um bom espetáculo, uma boa luta, então, na minha opinião, não existe grande diferença entre os fãs do MMA”.

Ainda de acordo com Pedro Carvalho, apesar do provável status de estrela em Portugal caso conquiste o título do Bellator, seus planos são maiores: “Não é algo que passa pela minha cabeça agora (ser o maior lutadores da história de Portugal), não é o meu objetivo. Meu objetivo é ser o maior do mundo. Quero me tornar imortal, um dos melhores de sempre, e vou fazer tudo ao meu alcance”, encerrou o português.

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade