Promessa das categorias de base do Brasil, judoca Willian Lima fatura o bronze no primeiro dia do Grand Slam de Budapeste

Publicado em 24/10/2020 por: Diogo Santarém
Promessa das categorias de base do Brasil, judoca Willian Lima fatura o bronze no primeiro dia do Grand Slam de Budapeste Willian celebra sua segunda medalha na disputa de um Grand Slam (Foto Gabriela Sabau / IJF)

publicidade

O judoca brasileiro Willian Lima conquistou, na última sexta-feira (23), a medalha de bronze no Grand Slam de Budapeste. Competindo na categoria meio-leve (66kg), Willian venceu quatro de cinco lutas e, na disputa pelo bronze, derrotou Erkhembayar Battogtokh, atleta da Mongólia, por dois waza-ari (ippon). Com o resultado, ele garantiu 500 pontos que devem melhorar sua 29ª colocação no ranking mundial da modalidade.

“Essa medalha eu dedico às pessoas da Itália que, por motivos de saúde, não puderam competir. Mas, também dedico a cada pessoa responsável pela Missão Europa: COB, CBJ e a Federação Portuguesa de Judô, pois, se não fosse a ajuda de vocês nesse tempo difícil de pandemia, não teria conseguido treinar da forma correta. Muito obrigado a todos que torcem e estão comigo nessa caminhada”, disse o jovem judoca, reconhecendo o apoio das entidades esportivas e prestando solidariedade à seleção italiana, que foi desclassificada do Grand Slam porque quatro atletas testaram positivo para Covid-19 antes do evento.

Willian é uma das revelações mais recentes das categorias de base do Judô brasileiro. Tem apenas 20 anos e é o atual campeão mundial júnior do meio-leve (66kg). Ele já conquistou resultados relevantes na classe sênior, como o bronze no Grand Slam de Brasília, em 2019, e um ouro no Aberto de Bariloche, em janeiro deste ano. Para Budapeste, Willian foi um dos quatro atletas convocados pela gestão das categorias de base da CBJ em projeto que contempla atletas em processo de transição do time júnior para o sênior.

A estreia de Willian em Budapeste foi com vitória por ippon sobre o israelense Yarin Menagede. Na segunda rodada, ele superou o azeri Nijat Shikhalizada, um dos cabeças-de-chave da categoria, por waza-ari, e avançou às oitavas. Nessa etapa, o brasileiro venceu o mongol Narmandakh Bayanmunkh, imprimindo um ritmo intenso de ataques e forçando três punições ao adversário. Mantendo o ritmo acelerado dos confrontos anterior, Willian bateu o peruano Juan Postigos por ippon e chegou à semifinal do Grand Slam, quando acabou superado pelo russo Abdula Abdulzhalilov no “golden score”. Na disputa pelo bronze, o brasileiro se recuperou, derrotando Erkhembayar Battogtokh para subir no pódio em Budapeste.

Outros quatro brasileiros também lutaram na sexta-feira, mas não avançaram em suas chaves. Renan Torres (60kg), Eric Takabatake (60kg), Larissa Pimenta (52kg) e Jéssica Pereira (57kg) ficaram nas primeiras rodadas. Eric e Jéssica chegaram a vencer uma luta, mas não passaram das oitavas de final. A competição na Hungria continua neste final de semana (dias 24 e 25) com mais brasileiros em ação (veja aqui).

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade