Perto de despedida do UFC, Edson espera lutar em dezembro, mas não descarta saída: ‘Estou aberto’

Publicidade

Prestes a completar 10 anos no Ultimate, fazendo parte do plantel da organização desde novembro de 2010, Edson Barboza se recuperou da série de três derrotas consecutivas ao vencer, no último dia 10 de outubro, o finlandês Makwan Amirkhani por decisão unânime dos jurados. Porém, apesar de reencontrar o caminho das vitórias, o brasileiro vive um certo clima de incerteza em relação ao seu futuro na franquia. Isso porque o lutador de Nova Friburgo (RJ) está na reta final do seu contrato com o UFC e o próximo duelo será o último no atual vínculo.

Com grandes combates realizados ao longo de sua trajetória, Barboza, que já figurou entre os principais atletas da categoria peso leve e atualmente luta como peso-pena, declarou, em entrevista ao site MMA Fighting, que pretende fazer a última luta do seu atual contrato em dezembro, e apesar do sentimento de gratidão pelo longo tempo que está na organização, não deu certeza se irá permanecer no UFC.

“Tenho mais uma luta no meu contrato e pretendo fazer essa luta, depois vamos pensar no que fazer a seguir, depois que o contrato for concluído. Estou há 10 anos no UFC, adoro lutar na organização e tudo o que tenho hoje, sem dúvida, conquistei com o UFC, então adoro fazer parte da organização. Mas estou aberto a ofertas. Da mesma forma que estou ansioso para a minha próxima luta, também estou ansioso para saber quais serão os meus próximos passos após a luta. Sinceramente, não sei muito bem o que vai acontecer, mas vou esperar depois dessa luta primeiro e ver quais serão minhas decisões”, disse Edson.

Vale ressaltar que, no início deste ano, Barboza já havia pedido a liberação de seu atual contrato com o UFC alegando que estava há um longo período sem lutar. Depois disso, realizou dois combates, diante de Dan Ige e Makwan Amirkhani, e agora espera fazer seu próximo duelo em dezembro. Edson afirmou que está em seus planos medir forças contra um lutador que esteja no Top 6 do peso pena, que tem atualmente Max Holloway, Brian Ortega, Zabit Magomedsharipov, Yair Rodriguez, Zumbi Coreano e Calvin Kattar.

“Espero enfrentar alguém do Top 6 (da categoria peso pena), seja lá quem o UFC me oferecer. (Brian) Ortega, provavelmente, vai lutar pelo cinturão agora. O Zumbi Coreano está vindo de uma derrota para Ortega, mas ele é um grande atleta. (Calvin) Kattar está em 6º e vem de vitórias, boas lutas, e seria uma grande luta em pé. (Max) Holloway é o nº 1 da categoria, não sei se eles (UFC) me ofereceriam isso, mas é uma ótima luta, sem dúvida. Seria uma grande luta. Zabit (Magomedsharipov), já treinamos juntos no passado, ele é um grande lutador, um cara legal. Não estamos tão próximos, mas sem dúvida, tenho o maior respeito por ele e toda sua equipe. Como eu disse, qualquer um entre os 6 primeiros, eu estou dentro”, concluiu o lutador.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade