Thiago Macedo diz que a ‘ficha ainda não caiu’ e destrincha vitórias sobre Grippo e Matheus Gabriel no Pan 2020: ‘Marcantes’

Publicado em 19/10/2020 por: Tatame Tatame
Thiago Macedo diz que a ‘ficha ainda não caiu’ e destrincha vitórias sobre Grippo e Matheus Gabriel no Pan 2020: ‘Marcantes’ Thiago Macedo faturou a medalha de ouro no Pan-Americano da IBJJF (Foto Vitor Freitas)

publicidade

* O manauara Thiago Macedo entrou na seleta lista de campeões do Pan-Americano da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF). No último fim de semana, na Flórida, Estados Unidos, o faixa-preta da equipe Rodrigo Pinheiro brilhou na divisão peso pena ao vencer, em sequência, Gianni Grippo (Alliance), Samuel Nagai (Checkmat) e Matheus Gabriel (Checkmat), três favoritos daquele dia em sua chave.

Esse foi o primeiro grande título que Thiago conquistou desde que pegou a faixa preta, em meados de 2015. Nos anos anteriores, ele não passou da primeira fase da disputa, parando na primeira e segunda luta, respectivamente. “A ficha ainda não caiu”, foram as primeiras palavras do campeão peso-pena em bate-papo com  TATAME, um dia depois da inédita conquista, que ainda analisou sua atuação na competição.

“Eu estou muito feliz, nunca esperava ficar tão feliz com um título pelo fato de estar treinando e tentando há bastante tempo, mas graças a Deus dessa vez veio o título. Para você ter noção, eu nem consegui dormir de um dia para outro depois do campeonato, por estar tão feliz. Eu ficava vendo as mensagens e os vídeos das minhas lutas. A luta que mais me marcou foi contra o Matheus Gabriel, pelo fato de eu ter consigo derrubá-lo numa posição forte que faço, que é a raspagem ‘single leg’. Eu já tinha lutado com ele anteriormente e não tinha conseguido derrubar. Antes da final, por exemplo, eu falei para o Rodrigo que tentaria raspar de ‘single leg’. Foi um momento marcante pra mim. Depois, tentei repetir a posição com a minha esposa (risos). As defesas de costas que eu fiz também me marcaram bastante, parecia que tudo estava dando certo”.

Thiago também contou como fez para superar a fera Gianni Grippo, oponente que quase o finalizou durante as quartas de final, mas se sobressaiu ao fazer quatro pontos: “Tinha muita gente dura e eu já havia lutado com todos eles, mas a luta que me deixou nervoso foi essa, contra o Gianni, pelo fato dele ter me vencido três vezes. Eu sempre falava que ia fazer algo e dava errado, por isso eu estava super nervoso com essa luta, porque era a primeira luta também. Eu não sabia o que fazer na hora, mas estava bem confiante que algo daria certo. Eu falei assim: ‘é hoje que eu vou ganhar e vai ser isso’. Coloquei minha mente para pensar no que eu fazia de bom, as minhas defesas e deu certo. Sabia que seria uma luta dura demais. Foi um teste bem grande ali, realmente, mas fui capaz de fazer os pontos primeiro e vencer”, relembrou Macedo.

Antes de encerrar a entrevista, o faixa-preta da equipe Rodrigo Pinheiro deixou uma lição para você que, segue tentanto, mas ainda não conquistou seu primeiro grande torneio no Jiu-Jitsu: “Seja grato pelo que você já tem e pelo que você quer conquistar. É treinar, treinar e treinar que um dia será o seu dia”, encerrou.

* Por Vitor Freitas

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade