Logo após o triunfo sobre Thiago Marreta na luta principal do UFC Vegas 13, realizado no último fim de semana, Glover Teixeira dirigiu sua palavra ao presidente do Ultimate, Dana White, e pediu para lutar pelo título. O mineiro, aos 41 anos, vem com uma marca de cinco vitórias seguidas e quer ser o primeiro desafiante de Jan Blachowicz, novo campeão dos meio-pesados.

“Dana, vamos lá, eu sou um homem velho aqui. Você vai dar esta chance ao Israel Adesanya (campeão dos médios) e me fazer esperar? Cinco lutas em sequência, vencendo todos esses caras jovens. Isso não é fácil. Me dê um title shot”, pediu o brasileiro, que bateu nomes como Marreta, Anthony Smith e Nikita Krylov.

A mensagem de Glover tem relação com o que Dana anunciou na última semana, quando revelou que Israel Adesanya, dono do título nos médios, iria subir de categoria para lutar contra Blachowicz. No entanto, a performance e a vitória por finalização do mineiro colocaram um ponto de interrogação na cabeça do “Big Boss”, que comentou à ESPN americana sobre a declaração do brasileiro após a luta.

“Isso é algo que precisamos considerar. Mas eu o ouvi e concordo com ele, e estou levando-o a sério. Não vou mais duvidar desse cara. Eu estava sentado ouvindo a entrevista dele. Ele não está errado, entende o que quero dizer? Ele fica falando que merece a disputa de cinturão. Ele está aqui há muito tempo. Está com uma sequência (de triunfos) e esteve ótimo nesta luta (contra o Marreta). E o que é engraçado é que, todas as vezes que eu excluo esse cara e acho que ele está fora, ele prova que estou errado”, comentou Dana.