Neste fim de semana a IBJJF organizou dois importantes eventos na Geórgia, nos Estados Unidos. O Pan No-Gi e o Atlanta Open com ambos os torneios tendo destaque para a Atos Jiu-Jitsu na faixa-preta adulto. Começando pela competição No-Gi, Lucas Hulk e Kaynan Duarte conquistaram as divisões dos pesados e super-pesados, respectivamente. Já no absoluto, os dois companheiros de time fecharam e, nos resultados finais da federação, o título ficou com Kaynan.

Confira todos os campeões do Pan No-Gi, AQUI

Outros campeões masculinos foram Willis da Mota no peso-galo, Lucas Pinheiro no peso-pluma e Kennedy Maciel no penas. Já nos leves, a medalha de ouro foi para Alexandre Molinaro, enquanto nos médios o primeiro lugar ficou com Jonnatas Gracie. Andrew Wiltse subiu no lugar mais alto dos meio-pesados e Max Gimenis faturou a medalha dourada nos pesadíssimos após fechar com Ricardo Evangelista.

Nas competições femininas, a destaque foi Rafael Guedes, assim como no Pan com quimono realizado em outubro. A jovem promessa da Atos, que pegou a faixa-preta recentemente, levou o título na categoria dos pesados – sem ter nenhuma oponente – e, na sequência, faturou o absoluto contra Vannessa Griffin.

Assim como Rafaela nos pesados, Gabrielle McComb (pena), Vannessa Griffin (meio-pesado) e Tara Giovanna (super-pesados) não tiveram adversárias em suas respectivas divisões, mas foram premiadas com a medalha dourada. No peso-leve, Nathalie Ribeiro garantiu o título sobre Nicole Sullivan.


Irmãos Ronaldo e Juan brilham no Atlanta Open

A família Souza teve motivos para comemorar neste último fim de semana. Ronaldo Junior conquistou a categoria dos meio-pesados no Atlanta Open, enquanto Juan Souza fechou a divisão dos médios com o companheiro de equipe Jonnatas Gracie. Os irmãos – que representam a Atos Jiu-Jitsu – se encontraram na final do absoluto e também optaram por fechar a decisão. O título, segundo o site da IBJJF, ficou com Ruan.

Confira dos os campeões do Atlanta Open, AQUI

O Atlanta Open foi disputado no local do Pan No-Gi, mas teve apenas competições com pano. Outros destaques que brilharam a faturaram as medalhas de ouro foram Bebeto Oliveira nos plumas, Gianni Grippo nos penas, Arnaldo Maidana nos super-pesados e Alexandre Molinaro nos pesadíssimos. Dustin Ordinario (galo), Francisco Cuneo (leve) e Gilvan Gomes (pesado) não tiveram oponentes nas divisões.

Nas competições femininas na faixa-preta, mais uma vez poucas lutadoras inscritas. Nicole Sullivan e Vannessa Griffin não tiveram oponentes em suas categorias e se enfrentaram no absoluto. Vannessa, que levou um ouro e uma prata no Pan No-Gi, somou mais duas medalhas douradas no Atlanta Open.