Bicampeã olímpica, Kayla Harrison estreia com vitória por nocaute no Invicta FC e deixa adversária ensanguentada; veja

Publicado em 21/11/2020 por: Mateus Machado
Bicampeã olímpica, Kayla Harrison estreia com vitória por nocaute no Invicta FC e deixa adversária ensanguentada; veja Bicampeã olímpica, Kayla Harrison estreou com vitória no Invicta FC (Foto: Dave Mandel/Invicta FC)

publicidade

Bicampeã olímpica no Judô (2012, em Londres, e em 2016, no Rio de Janeiro), além de ser a atual campeã peso-leve da PFL (Professional Fighers League) em 2019, faturando US$ 1 milhão com o título no GP da categoria, Kayla Harrison fez na última sexta-feira (20) sua estreia no Invicta FC, organização que promove exclusivamente duelos femininos. Fazendo a luta principal da 43ª edição da companhia, a americana entrou em ação na divisão dos penas e, em combate diante de Courtney King, saiu com o triunfo por nocaute técnico no segundo round, mantendo sua invencibilidade no MMA, agora com oito vitórias, sendo três por nocaute e três por finalização, além de duas na decisão dos árbitros.

Com um jogo muito forte de quedas, justamente por ser oriunda do Judô, Harrison não demorou muito a conseguir colocar a luta no chão. A partir disso, Kayla passou a impor uma forte pressão sobre King, com uma sequência brutal de socos e cotoveladas no ground and pound, que deixaram o rosto da americana ensanguentado. Antes do fim do primeiro round, a bicampeã olímpica ainda tentou a finalização ao aplicar um armlock, mas Courtney mostrou uma boa defesa. No segundo assalto, Kayla Harrison ainda conseguiu derrubar sua oponente em outras duas oportunidades, chegando a abrir novamente um ferimento no rosto da compatriota com mais uma sequência de cotoveladas. Em posição de montada por parte de Kayla e com Courtney King recebendo muitos golpes, o árbitro central decidiu por interromper a luta, decretando Harrison vencedora por nocaute técnico.

Fazendo o co-main event da noite, a peso-mosca Stephanie Geltmacher também se destacou. Diante de Caitling Sammons, a americana foi claramente superior na luta em pé e conseguiu o nocaute sobre sua adversária ainda no primeiro round, após um cruzado de direita brutal, que levou Sammons a knockdown e, consequentemente, provocou a intervenção do árbitro central. Com isso, Geltmacher se recuperou da derrota sofrida em sua última luta e conquistou o quinto triunfo em sua carreira no MMA profissional.

O card do Invicta FC 43 contou ainda com duas boas finalizações aplicadas ainda no primeiro round. Hope Chase aplicou um mata-leão para finalizar Brittney Cloudy, enquanto Juliana Miller usou o Jiu-Jitsu e encaixou um justo armlock para forçar os três tapinhas de Alexa Culp.

RESULTADOS COMPLETOS:

Invicta FC 43
Kansas, nos Estados Unidos
Sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Kayla Harrison derrotou Courtney King por nocaute técnico no 2R
Stephanie Geltmacher derrotou Caitlin Sammons por nocaute no 1R
Hope Chase finalizou Brittney Cloudy com um mata-leão no 1R
Meaghan Penning derrotou Alexa Culp por decisão unânime dos jurados
Juliana Miller finalizou Kendal Holowell com um armlock no 1R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade