Candidato no MS, professor Fábio Rocha destaca: ‘Se podemos fazer pelo esporte, também podemos por Campo Grande’

Publicado em 14/11/2020 por: Diogo Santarém
Candidato no MS, professor Fábio Rocha destaca: ‘Se podemos fazer pelo esporte, também podemos por Campo Grande’ Fábio Rocha, aos 43 anos, é um dos grandes nomes do Jiu-Jitsu no MS (Foto arquivo pessoal)

publicidade

Responsável pela FJJD-MS (Federação de Jiu-Jitsu Desportivo do Mato Grosso do Sul) e nome conhecido no cenário da arte suave local, o faixa-preta Fábio Rocha está pronto para dar um novo passo em sua carreira. Neste fim de semana, o professor participa das eleições municipais como candidato ao cargo de vereador em Campo Grande-MS pelo Patriota. Vale lembrar que a votação acontece em todo o país no domingo, dia 15.

Em um breve contato, Fábio falou um pouco sobre sua trajetória no esporte e o que podem esperar dele em sua nova função: “Eu cheguei à Campo Grande em 2010 vindo do Rio de Janeiro e percebi que as organizações dos eventos de Jiu-Jitsu eram bem precárias, mesmo o estado sendo um potencial de grandes atletas, tendo em vista o nº 1 Roberto Cyborg, maior representante do Jiu-Jitsu pantaneiro. Pensando nisso começamos um projeto para melhorar o nível das competições e trouxemos a FJJD para o MS. Iniciamos com algumas objeções, mas com o tempo as coisas foram evoluindo”, disse o faixa-preta, que prosseguiu.

“Em 2014 criamos um ranking com premiação de uma moto 0km para a equipe campeã e o ranking individual dos atletas, além de uma seleção para representar o MS nos eventos da CBJJD. Em 2015 expandimos o circuito para o interior do estado e iniciamos a capacitação dos professores com cursos de arbitragem trazendo nomes como Muzio de Angelis e Álvaro Mansour. Em 2016, repetimos o trabalho realizado e adquirimos tatames de qualidade, investindo na organização ainda maior do circuito. Em 2017 fizemos a unificação das federações do estado e passamos a ter uma federação única com um número maior de equipes e atletas participantes. Em 2018 realizamos o 1º Campeonato Brasileiro Centro-Oeste com a chancela da CBJJD e, em apenas um único dia e com oito áreas de luta, foi o maior evento da história do MS com 800 atletas. No ano passado, nós tivemos um calendário cheio com dez etapas do Circuito MS, cinco etapas No-Gi, o Indoor Black Belt e ainda a Copa União Pantaneira, evento onde arrecadamos uma tonelada de alimentos para doação da LBV (Legião da Boa Vontade)”, completou.

Em um ano atípico por conta da pandemia de Covid-19, Fábio Rocha garantiu que seu foco é retomar os trabalhos da FJJD-MS em grande estilo em 2021 e revelou o que o motivou, mesmo carioca, a ser candidato em Campo Grande. “Nunca tive o sonho de ser candidato, tanto que só resolvi aceitar em fevereiro desse ano. Mas após receber algumas propostas de partidos diferentes e conversar com muitos ‘conselheiros’, decidi enfrentar o desafio pois somente tendo alguém nosso dentro da política poderemos fazer mais pelo esporte. Quero ter uma gestão participativa dando vez e voz aos principais seguimentos de cidade, transparência no mandato, foco na segurança pública, além da arte marcial como parte da grade curricular nas escolas do município, entre outras propostas”, opinou o professor, antes de encerrar sobre o futuro.

“Depois de um período turbulento de mais de 4 anos sem comando, nossa cidade melhorou muito com a gestão do atual prefeito, mas precisamos de representantes que valorizem mais o esporte. Buracos, saúde e educação melhorou bastante, mas ainda precisamos de bons representantes e de uma renovação com novos administradores. Se nós podemos fazer pelo esporte, também podemos fazer por Campo Grande”.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade