O próximo sábado (28), na Arena da Juventude, em Deodoro (RJ), vai marcar o retorno das atividades da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Olímpico. O evento em disputa será o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Olímpico Open, que terá um rigoroso protocolo sanitário para evitar o contágio do novo coronavírus.

Confira os protocolos sanitários do Brasileiro, AQUI

Justamente por conta da pandemia de Covid-19, todo o calendário da confederação foi afetado em 2020. Jair Court, diretor da CBJJO, comentou à TATAME sobre como a entidade fez para lidar com essa crise.

“A confederação teve grande dificuldade para passar por este momento onde vínhamos em uma crescente de organização e valorização dos atletas, mas o Grande Mestre Walter Nogueira, presidente da entidade, decidiu não recuar nos objetivos traçados e teve o grande apoio de toda sua equipe de linha de frente. Com essa garra que o presidente sempre teve e união do grupo, voltamos após esta fase difícil”, destacou.

Já sobre o Brasileiro, que vai oficializar a retomada das competições da confederação, o diretor projetou: “Foi uma iniciativa do presidente (Walter Nogueira) de realizar um evento profissional. Não fizemos a obrigatoriedade do registro de filiação para participar do evento. Tivemos 18 dias de inscrições abertas, onde todos conseguiram realizar as inscrições com o valor promocional, demonstrando que os professores e atletas vem acompanhando e crescendo junto à CBJJO”, concluiu o diretor Jair Court.