Atual campeão peso-médio do UFC, Israel Adesanya vai em busca de fazer história com mais um título na organização. A revelação foi feita pelo presidente Dana White no último sábado (31), após a realização do UFC Vegas 12. Em conversa com jornalistas, o mandatário afirmou que o nigeriano fará sua próxima luta na divisão dos meio-pesados, em disputa pelo cinturão até 93kg contra Jan Blachowicz, que faturou a cinta recentemente ao derrotar Dominick Reyes. Até o momento, porém, ainda não há data e local definidos para a realização do confronto entre os campeões.

Dana ressaltou que, inicialmente, o plano da companhia era casar a revanche entre Israel Adesanya e Robert Whittaker, no entanto, o ex-campeão peso-médio, que vem de triunfos sobre Darren Till e Jared Cannonier, não demonstrou interesse em enfrentar Adesanya de novo, pelo menos por enquanto. Dessa forma, o Ultimate cedeu ao antigo desejo do atual detentor do cinturão até 84kg, que já revelou sua vontade de subir para os meio-pesados desde a época em que Jon Jones era o campeão da categoria.

“Quando a luta acabou (vitória de Whittaker sobre Cannonier no último dia 24 de outubro), eu estava pensando: ‘Eu vou ter que sentar com esse garoto (Israel Adesanya) e convencê-lo a enfrentar Whittaker’. Mas aí Whittaker vem (para a coletiva pós-luta) e diz que não quer enfrentá-lo. A me*** mais louca que eu já vi. Não tem discussão com Israel agora, não tem mais argumentação. Eu achava que Whittaker merecia a chance (de lutar pelo cinturão), mas ele não quer, então vamos deixá-lo fazer isso (Adesanya subir para os meio-pesados para enfrentar Jan Blachowicz). Não sei quando nem onde será”, contou o presidente.

Dana White ainda foi além e disse que, em caso de vitória de Israel Adesanya sobre Jan Blachowicz na disputa pelo cinturão meio-pesado, gostaria de ver o nigeriano em ação contra Jon Jones, que este ano abriu mão do título até 93kg ao entrar em rota de colisão com o UFC numa tentativa de lutar no peso pesado.

“Se Israel Adesanya ganhar o título (meio-pesado), eu também vou querer que ele lute com Jones”, projetou.