Vitorioso na luta principal do UFC 255, realizado no último sábado (21), ao finalizar Alex Perez ainda no primeiro round, Deiveson Figueiredo já está focado em uma possível defesa de cinturão peso-mosca contra Brandon Moreno, que também entrou em ação no evento e nocauteou Brandon Royval no assalto inicial. O confronto ainda não foi confirmado oficialmente, entretanto, existe a expectativa que os dois lutadores se enfrentem no card do UFC 256, marcado para acontecer no dia 12 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

Na entrevista aos jornalistas logo após o término do UFC 255, o brasileiro já aproveitou para falar sobre o mexicano e, ciente de que Moreno mencionou seu nome em entrevistas anteriores, Deiveson admitiu que tem um “problema pessoal” com seu próximo desafiante, e não economizou nas provocações direcionadas a Brandon.

“Brandon Moreno fala muitas coisas ruins sobre mim. Tenho um problema pessoal com ele. Olhando fisicamente para o Moreno, ele é um cara que, se eu tocar nele, quebro ele no meio. Vou colocar o Brandon para baixo e vou finalizá-lo. Não vou fazer nem o mínimo esforço para isso acontecer. Ele, mesmo tocando em mim, vai cair, e vou amassar e finalizá-lo”, disse o “Deus da Guerra”.

Atual campeão peso-mosca do Ultimate, Deiveson Figueiredo vem embalado por uma sequência de cinco vitórias no UFC, três delas conquistadas esse ano, sendo duas sobre Joseph Benavidez e, a mais recente, diante de Alex Perez, em menos de dois minutos de combate. Brandon Moreno chegou ao Ultimate no ano passado e, desde então, contabilizou três triunfos e um empate, ocupando atualmente a primeira colocação no ranking da categoria, atrás, justamente, de Deiveson.