Patrício Pitbull quer ‘explorar brechas’ de português em defesa de título no Bellator 252: ‘Ele não é essa fortaleza que pensa’

Publicado em 11/11/2020 por: Mateus Machado
Patrício Pitbull quer ‘explorar brechas’ de português em defesa de título no Bellator 252: ‘Ele não é essa fortaleza que pensa’ Campeão duplo do Bellator, Patrício Pitbull vai enfrentar português no Bellator 252 (Foto Bellator MMA)

publicidade

* Antes marcado para acontecer em março e adiado na ocasião por conta da pandemia do coronavírus, o encontro entre Patrício Pitbull e Pedro Carvalho, enfim, vai acontecer. Nesta quinta-feira (12), na luta principal do Bellator 252, em Uncasville (EUA), o brasileiro vai colocar seu título peso-pena em jogo diante do português, em combate válido pelas quartas de final do GP da categoria. Também campeão na divisão dos leves e dono de diversos recordes na organização, Patrício terá pela frente um oponente que ainda não perdeu dentro da companhia, com quatro triunfos contabilizados.

Sem lutar desde setembro de 2019, quando derrotou Juan Archuleta na decisão unânime, o brasileiro venceu suas últimas cinco lutas e, apesar do longo tempo inativo, garantiu que está pronto para colocar seu título em jogo mais uma vez. Em conversa com a TATAME, o Pitbull também fez breves elogios ao português Pedro Carvalho, mas ressaltou que o rival possui brechas que ele pretende explorar.

“Meu camp foi muito bom. Mantivemos uma constância em relação aos treinamentos desde março, data em que, inicialmente, o duelo estava marcado para acontecer, e posso dizer que chegarei bem na luta. É bom estar lutando com caras novos. Espero que venham mais nomes para a categoria peso pena, justamente para criar novos cenários. Ele (Pedro Carvalho) é um lutador muito bom, mas ele e a equipe dele acreditam ser melhor do que é. Vejo várias brechas no jogo dele em pé e no chão, ele não é essa fortaleza que pensa e eu vou mostrar isso. Como a luta vai se desenrolar, vocês vão ver na quinta”, projetou o lutador de 33 anos.

Campeão duplo do Bellator, Patrício Pitbull conquistou o cinturão peso-leve em maio do ano passado, ao destronar Michael Chandler por nocaute técnico no primeiro round. Ainda sem ter defendido a cinta dos 70kg desde que a conquistou, o lutador precisa lidar também com o fato de que seu irmão, Patricky, vem embalado por cinco triunfos e é um dos candidatos a uma possível disputa de título na categoria. Patrício esclareceu que, caso a companhia conceda o title shot ao irmão Patricky, ele deixará o caminho livre.

“Meus planos agora são todos voltados para a categoria peso pena. Não vou ter oportunidade de defender o título dos leves até o GP peso-pena acabar, então não adianta pensar nisso agora. Vou bater nesses caras todos (do GP), botar um milhão de dólares a mais no meu bolso e depois vemos isso. Na verdade, eu já disse que se colocarem meu irmão para lutar pelo cinturão eu abro mão do título peso-leve. Gostaria de defender o título dos leves antes, pelo menos uma vez, antes de abdicar do cinturão, por questão de respeito à categoria e ao título. Poderia ter sido em dezembro do ano passado, no Japão, contra o Ben Henderson. Mas com todo o cenário mundial agora e as oportunidades que foram perdidas, e especialmente meu irmão aí com uma mão no cinturão, acho por bem sair da categoria e abrir caminho para ele”, explicou o potiguar, que também falou sobre a possibilidade de ir buscar um terceiro cinturão, na categoria peso galo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

The Featherweight World Grand Prix continues. Who will advance to get one step closer to $1,000,000?! Tune in Thursday night at 7pm ET / 4pm PT.

Uma publicação compartilhada por Bellator MMA (@bellatormma) em

“Eu gostaria de ter essa oportunidade, fazer história sendo campeão de três categorias de peso diferentes. Mas acho que o ‘timing’ passou. Antes do GP, me falaram que se eu vencesse, me deixariam lutar pelo cinturão dos galos também. Porém, agora tem toda essa situação com a categoria peso leve e o GP só terminará no próximo ano, é difícil acontecer. É uma pena que não saiu ano passado, antes do GP ou nas fases. Já que não pude defender o cinturão peso-leve em dezembro, poderia ter disputado o peso-galo”.

Campeão de duas categorias no Bellator e considerado por muitos fãs de MMA e especialistas como o maior lutador da história da organização, Patrício Pitbull possui uma carreira bem estabilizada no MMA. Por conta disso, o brasileiro, em algumas ocasiões, já externou seu desejo de fazer superlutas no Boxe. Ao ser questionado se a possibilidade ainda estava em seu planos, Pitbull chegou a citar o nome de Saul “Canelo” Alvarez, astro do Boxe, e afirmou que pensará em seus próximos planos após o término do GP peso-pena.

“Quando o Canelo estava fechado com a DAZN (serviço online de transmissão de esportes), falei que gostaria de fazer essa luta, já que a DAZN também é parceira do Bellator. Gostaria, sim, de fazer superlutas no Boxe. Eu acredito em mim. E acreditar em mim e ainda ter a chance de ganhar dezenas de milhões de dólares numa única luta é ainda mais atrativo. Mas só foco no que realmente posso controlar. Vou vencer esse GP peso-pena do Bellator e depois vemos que portas a organização abre para mim”, concluiu Pitbull.

* Por Mateus Machado

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade