Pedro Carvalho ‘ignora’ comparação com McGregor e quer fazer história contra Patrício: ‘Estou aqui para ser o melhor’

Publicado em 12/11/2020 por: Diogo Santarém
Pedro Carvalho ‘ignora’ comparação com McGregor e quer fazer história contra Patrício: ‘Estou aqui para ser o melhor’ Pedro quer destronar Patrício e começar a escrever seu nome na história (Foto Bellator MMA)

publicidade

* Lutador profissional desde 2012, o português Pedro Carvalho terá a maior oportunidade da sua carreira nesta quinta-feira (12), quando vai enfrentar Patrício Pitbull, campeão duplo, em disputa pelo cinturão peso-pena na luta principal do Bellator 252. O duelo, vale lembrar, também é válido pelas quartas de final do GP da categoria e estava marcado inicialmente para março, mas acabou adiado por conta da pandemia do novo coronavírus.

Aos 25 anos, Pedro acumula 11 vitórias e três derrotas em seu cartel no MMA, vindo de quatro triunfos seguidos no Bellator. Seu desafio, porém, não é fácil. Campeão dos penas e dos leves, Patrício Pitbull é considerado por muitos o maior nome da história da organização, inclusive pelo próprio português, que em entrevista à TATAME citou as qualidades do brasileiro, mas também apontou brechas que pode explorar.

“Ele (Patrício) é o campeão mais dominante do Bellator, o maior nome do Bellator, principalmente depois de ter batido o Michael Chandler. O seu ponto forte é o uso da experiência e conhecimento do cage a seu favor. Dá para ver bem que ele toma cada passo cuidadosamente e isso vem da experiência. É notória a evolução do jogo dele de três, quatro anos pra cá. O ponto fraco… Acho que ele não tem um condicionamento físico ruim, mas uma questão genética. Ele é mais baixo, ‘troncudo’, muito músculo, então é difícil aguentar os rounds e manter a energia. Por isso, acho que a minha maior vantagem nessa luta é aguentar a longevidade dela. Meu condicionamento físico e cardio serão os diferenciais”, disse Pedro, destacando o peso da vitória.

“Vejo a luta se desenrolando de várias formas, mas todas terminam com meu braço erguido. Essa luta contra o Patrício de longe é a maior luta da minha carreira até agora, um título mundial em disputa, um adversário de alto calibre – ele merece todo respeito -, e isso me motiva ainda mais. Não só trazer o título, mas também o nome Patrício Pitbull comigo. Eu estou na minha melhor versão, pronto. Tento ser cada dia melhor como atleta, então de janeiro a janeiro, não tenho férias, estou sempre treinando. Não é só uma questão de querer ser o melhor, é preciso trabalhar muito para chegar lá e eu não estou nem na metade”.

Natural da cidade de Guimarães, em Portugal, Pedro começou a treinar aos 13 anos de idade, e diferente da maioria dos lutadores, já com foco no MMA. Atualmente o lutador integra a equipe SBG Irlanda, mesma do astro Conor McGregor. E apesar de ambos terem um certo “estilo falastrão” na mídia, o desafiante ao título dos penas do Bellator fez questão de ressaltar que ele é o seu principal exemplo.

“Meu camp e meus treinos são todos realizados na Irlanda, e foi tudo bem, até melhor do que eu esperava. É muito bom compartilhar treinos com o maior nome do MMA, gostem ou não, o Conor McGregor mudou para sempre o esporte, trazendo milhões de espectadores. E o MMA também ganhou muito com ele. Então ver como ele trabalha, dividir o espaço, é sempre bom, mas não (me espelho nele), sou o meu próprio espelho. Eu não copio ninguém, sou eu, eu e eu. Estou aqui para criar o meu nome e não ser outra pessoa. Minha única inspiração é a minha mãe. Ela me mostrou o que realmente é trabalhar duro, me criou sozinha, sem pai, enfrentando várias dificuldades. Essa é a verdadeira superação”, analisou o português.

Por fim, Pedro Carvalho disse que tentou tirar aspectos positivos da pandemia de Covid-19 – apesar de todos os problemas -, como passar mais tempo com a família, e revelou seu grande sonho no MMA: “Provar que sou o melhor do mundo. Não só provar, mas ser merecedor desse título. Não quero apenas ter o cinturão, quero ser reconhecido, que as pessoas olhem pra mim e saibam que sou o melhor do mundo”.

* Por Diogo Santarém

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade