Uma das principais estrelas do UFC na atualidade, Khabib Nurmagomedov se aposentou do MMA após finalizar Justin Gaethje, na edição 254, no último dia 24 de outubro. “The Eagle” explicou a decisão de colocar um ponto final na carreira logo em sua primeira luta depois de perder o pai, o Sr. Abdulmanap Nurmagomedov, que teve complicações da Covid-19 e faleceu em julho.

“Essa luta (diante do Gaethje) não é comparável a nenhuma outra (na carreira). As emoções foram completamente diferentes. Tudo era muito diferente sem meu pai. Me ofereceram a luta logo depois que tudo aconteceu. Agora eu digo às pessoas próximas a mim que não estão felizes com a minha aposentadoria que mesmo se eu lutasse mais 10 vezes ainda teria que enfrentar essa decisão (de encerrar a carreira). Essa hora pode chegar quando eu tenho 32, 34, 35 anos. É uma decisão difícil porque lutei toda a minha vida. Eu estive no tatame desde que tenho lembranças. É difícil sair e fazer outra coisa. As pessoas não conseguem entender, mas o que você pode fazer?”, desabafou Khabib, que tinha o pai como treinador e ídolo.

Mesmo após atualizações do ranking, o UFC manteve Khabib no posto de campeão dos leves. “The Eagle” fechou sua trajetória com 29 vitórias e nenhuma derrota como profissional de MMA.

Joe Rogan escolhe seu GOAT no MMA

Nas últimas semanas, muito se discutiu nas redes sociais sobre quem seria o “maior de todos os tempos” no MMA. Joe Rogan, comentarista do UFC, comentou em seu podcast, “The Joe Rogan Experience”, que para ele, Jon Jones, ex-campeão dos meio-pesados, é o grande nome da história da modalidade.

“Quem é o melhor lutador de todos os tempos? Acho que se você olhar o início de carreira, Jones conquistou o cinturão em 2011 e, a partir daí, se tornou o atleta com mais lutas de título do que qualquer outro. Ele é o mais talentoso, com certeza. Jones foi o lutador mais jovem a ser campeão do UFC, vencendo Shogun, que é uma lenda. Ele dominou todos os lutadores antes de enfrentar Gustafsson. Jones não tinha perdido um round e acabava com os adversários”, disse Joe, que acompanhou de perto a carreira de “Bones”.

Darren Till fora de luta principal

Darren Till estava escalado para lutar contra Jack Hermansson no dia 5 de dezembro, mas o lutador se machucou. A ESPN americana informou apenas que o peso-médio estava saindo do evento e não explicou o motivo. O UFC escolheu o americano Kevin Holland para fazer o main event contra o sueco.