Ex-lutador do UFC, Mark Hunt retornou aos esportes de combate após dois anos e encarou Paul Gallen, ex-jogador de Rugby, em uma luta de Boxe na última quarta-feira (16). O duelo foi realizado na Austrália – e contou com a presença de público, apesar da pandemia. No fim, depois de seis rounds, o “Super Samoan” foi derrotado por decisão unânime dos jurados.

Um dia antes do combate, Hunt tentou agredir Paul Gallen com um soco durante a encarada, logo após a pesagem. Os dois, vale lembrar, já tinham trocado farpas durante a coletiva de imprensa. No entanto, assim que o combate terminou, o histórico nome do UFC e PRIDE fez questão de deixar a rivalidade de lado e elogiar seu oponente.

“Parabéns para o Paul Gallen pela vitória merecida. Você tem meu respeito. O lutador de meio período me deu uma surra, mas me diverti muito por voltar ao ringue. Quero agradecer à minha equipe e a todos que ajudaram o ‘Juggernaut Mark Hunt’ nessa noite, todos que nos apoiaram de casa ou de longe. Estamos ajudando a levar o Boxe australiano para o mundo. Obrigado”, publicou o peso-pesado nas redes.

Com uma longa carreira nas artes marciais, Mark Hunt é um veterano no MMA e saiu do UFC em dezembro de 2018, após cerca de oito anos atuando na organização. Aos 46, o peso-pesado carrega um cartel de 13 vitórias e 14 derrotas. Já no Boxe profissional, registra dois reveses e um empate. Gallen, por sua vez, segue invicto no ringue com dez triunfos e um empate.

Confira abaixo os melhores momentos: